quinta-feira, 5 de junho de 2014

Trampa

A generalidade dos amantes do futebol não apreciou a figura de estilo utilizada pelo presidente do Sporting para caracterizar o futebol português.
Até alguns sportinguistas mais sensíveis não se identificaram com o vocabulário ontem utilizado por BdC.
Gostaram do conteúdo da prenda mas não do embrulho, por assim dizer.

Realmente, trampa é um termo demasiado forte para designar o nosso futebol.
Cocó talvez fosse o mais adequado, e já receberia o aval da totalidade dos adeptos leoninos.

"O futebol funciona como um buraquinho, que tem duas badanas que se enfrentam uma à outra 'eu sou melhor do que tu'. Aquilo ou funciona ou sai cocó e vento mal cheiroso."
Acho que a parte do vento mal cheiroso não incomoda.
Mas, por outro lado, trampa assenta que nem uma luva.
É um vocábulo que caiu em desuso, mas que em Espanha utiliza-se com frequência.
No outro lado da fronteira, trampa é uma armadilha, um engano...uma mentira.
Tramposo é uma pessoa desonesta que vive a aplicar golpes e a enganar os outros. 
É um batoteiro.

Parece-me, então, que trampa define integralmente o futebol português.
Os espanhóis diriam também, sem complexos, que o nosso futebol "es una mierda".