terça-feira, 30 de abril de 2013

Nada farei...

Se até há pouco tempo a ida do Sporting às competições europeias era um dado adquirido, sendo aliás a única equipa portuguesa que sempre marcou lugar nas provas da UEFA e só ultrapassado por Barça e Real no número de presenças, o facto é que a próxima época pode vir a ser um marco negro nessa agradável história.
As contas estão deveras complicadas e a próxima jornada pode arrancar-nos a réstea de esperança ou, milagrosamente, consolidar o estatuto que nos é genético.
Se historicamente a norma era estar de olho, jornada a jornada,  nos jogos dos eternos rivais Porto e Benfica, este ano dei por mim a estar mais atento ao Paços de Ferreira e Braga. No entanto, na fase mais crítica da época, passei a olhar para o Moreirense e Beira Mar, quando até se falou em despromoção.
As coisas não melhoraram muito em termos classificativos mas, pelo menos, mudei de adversários.
Agora, tenho dado por mim a saber resultados e a interessar-me pelo calendário de  Nacional, Estoril, Guimarães,  Rio Ave e Marítimo.
Estes 5 clubes poderão ser um duro obstáculo para o Sporting lograr o seu único objectivo da época, alguns com calendários mais simpáticos que o nosso e cada um com as suas próprias ambições.
Bem, há um dos clubes que lutam pela Europa que pelos vistos está indeciso naquela hora em que lhe perguntam...."gostas mais do pai ou da mãe".

Carlos Pereira, presidente do Marítimo disse antes do jogo com o Benfica.
 
«Nada farei para que o Benfica não seja campeão»

Claro está que o dirigente ainda tentou compor o embrulho, dizendo:

«Ambas as equipas vão querer vencer. Nada farei para que o Benfica não seja campeão, mas também nada farei para que o Marítimo não vá à Liga Europa».
 
Eu sei que há mais presidentes (ou dirigentes) de clubes que têm uma costela...ou o arcaboiço inteiro da cor de um dos grandes do futebol português, mas acho inédtia esta declaração do Pereira e penso que deve fazer pouco sentido para alguns adeptos maritimistas.
No entanto, é curioso que o homem fez uma declaração pública de amor em que concordo em absoluto.
No jogo dos Barreiros também eu queria que o Marítimo perdesse, tal como queria que o Benfica perdesse.
Os encarnados, obviamente, por uma questão histórica e os verde-rubros por uma questão de conflito de interesses.

Com a vitória dos encarnados, acho que foi das poucas vezes que não fiquei muito chateado com o facto.....tal como não ficaria se acontecesse o contrário.

Pela minha parte, nada farei para gostar de qualquer um que não seja o Sporting, excepto quando jogam com Benfica ou Porto.

domingo, 28 de abril de 2013

Sofrido, como sempre

Sporting 2 Nacional 1
Sofrimento mais que esperado.
A verdade é que se há anos que os adeptos leoninos se debatem com o karma de ver jogos renhidos, tremidos, indecisos até ao último momento, não seria de esperar que um plantel recauchutado, com a pressão de tentar fugir à inédita falha na qualificação europeia, num clube com graves problemas financeiros e em profundo plano de reconversão interna se libertasse, de repente, de todo este entorno e ganhasse os seus jogos de forma clara.
Claro, claro como a água, é que a equipa está muito mais desinibida, com um futebol que já é capaz de chamar gente ao estádio...e começaria por aqui uma breve análise.
É deveras tocante saber que a massa adepta do Sporting é de facto única.
Não será necessário ter uma memória de elefante para recordar, só como exemplo, que no pior Benfica da história, em que acabaram num também inédito 6º lugar, a equipa teve 7 mil espectadores em casa a 4 jornadas do final.
O Sporting, que continua a tentar sobreviver à sua pior classificação de sempre, quando se mantém teimosamente no 8º lugar, consegue chamar mais de 30 mil pessoas a 4 jornadas do final.
Elucidativo.
Quanto ao jogo, não é por se ter jogado às 18 horas que o futebol praticado difere como da noite para o dia.
As melhoras têm sido graduais e evidentes, mas grande parte da transformação está relacionada com os índices de motivação, com a entrega que colocam e, claro, com alterações introduzidas por Jesualdo na estrutra da equipa.
No entanto, dado que é possível constatar que um ou outro atleta continuam a não corresponder aos parâmetros de qualidade que uma equipa como o Sporting exige, é evidente que essas limitações são ultrapassadas com uma grande dose de transpiração e entrega.
Aliás, tal como acontece na esmagadora maioria dos clubes em Portugal.
O Sporting desde há muito que passa dificuldades acrescidas com todo e qualquer clube português porque a maioria perdeu o respeito mas, também, porque correm como se não houvesse amanhã.

Assim, a equipa leonina entrou dominadora, confiante, e rapidamente chegou ao golo.
Ainda tive uma réstea de esperança que não fosse necessário passar por muito sofrimento, mas o entendimento na frente e aquele último passe foram adiando o 2º golo.
Na 2ª parte inverteram-se os papéis, e Patrício passou de um mero espectador para um interveniente activo, na tentativa de evitar males maiores nas aspirações leoninas.
Quando o Sporting voltou a equilibrar o jogo, a meio da 2ª parte, deu-se a entrada de Labyad.
Sem querer particularizar exibições, o facto é que com a entrada do marroquino o Sporting pareceu passar a jogar com 10, quando este substituiu o cansado André Martins.
Quero acreditar que tenha sido mais um mau dia, mas o certo é que foi um jogador à imagem do Sporting que passeou pelos campos desse Portugal fora e que conduziu a equipa à classificação que ainda choramos.
O jogador já teve apontamentos primorosos mas parece-me mais um caso de sub-rendimento por problemas mentais.

Labyad entrou aos 68 minutos, o golo do empate surgiu aos 73, mas a realidade é que a partir desse momento viu-se uma vez mais a alma desta equipa.
Nova cavalgada em direcção à baliza adversária, para a qual também contribiui Jesualdo Ferreira, que não teve complexos em retirar um Miguel Lopes tocado e apostar tudo com a entrada de Viola.
Correu sérios riscos mas o certo é que encostou, imediatamente, o Nacional à sua baliza.
O golo da vitória podia ter acontecido antes, mas se tivesse sido novamente aos 93, tal como contra Braga e Moreirense, teria poupado uns minutos de sofrimento.

Tocante também foi ver como, uma vez mais, a equipa celebrou o 2º golo, com suplentes incluídos num mosh improvisado, à imagem do que já tinha sucedido com o Moreirense.
Dizem, acertadamente, que o golo é climax do jogo mas, em tempos recentes, vi jogadores da nossa equipa que praticamente nem festejavam os golos, o que era quase contra-natura. Parece que a normalidade está de volta, bem como os golos.
Mesmo tendo um saldo de golos negativo e a eficácia ofensiva ainda denotar grandes lacunas, o certo é que deixámos o fundo da tabela em matéria de golos marcados.
Melhor estaríamos se 2 ou 3 penaltis tivessem sido marcados, na semana passada.

Apesar da alegria por este resultado, a verdade é que ainda se afigura muito complicada a luta pelo 5º lugar.
Na próxima semana viajamos ao campo do 3º classificado, e se o Guimarães vencer pode abrir um fosso  (4 pontos) praticamente inalcançável.
Por este motivo, é já tempo de esquecer esta vitória e pensar em vencer em Paços de Ferreira, o único resultado que interessa.


Sporting - Nacional (directo) 18 horas

Sporting - Nacional / Domingo, 18 horas
Daqui a menos de uma hora arranca a primeira das 4 finais que o Sporting enfrenta até final do campeonato, tendo em vista a possibilidade de ainda chegar ao 5º lugar e à Liga Europa.
Tal não se afigura fácil, não só pela dificuldade própria, dada a pressão que a equipa tem aos ombros, mas porque as equipas que defrontamos também perseguem objectivos.
Além disso, há a condicionante passarada.
Tendo em vista esse objectivo único, os adversários não nos estão a facilitar a vida, e se o Estoril já fez a sua parte, vencendo o Braga, a menos de meia hora do final o Guimarães também vence o seu encontro, pelo que a nós não nos basta vencer as nossas finais.
Contudo, para manteder acesa a esperança, temos que vencer imperiosamente o jogo de hoje.
O Nacional da Madeira, que também persegue o mesmo objectivo e, por sinal, até está à nossa frente na classificação, vai chegar a Alvalade com a vontade férrea de nos afastar quase em definitivo da luta, mas temos que acreditar que a equipa saberá contornar as dificuldades que os insulares irão colocar-nos.

O jogo, que se adivinha com uma excelente casa, poderá ser seguido nesta publicação.

Sporting - Nacional (clicar) 

Torneio Cap Pro Young 2013

A equipa  sub10 do Sporting ficou em 2º lugar no 35º torneio de futebol Cap Pro Young, em França, organizado pelo Capreau Wasquehal.
Na primeira fase, os pequenos leões integraram o grupo D, juntamente com os holandeses do PSV Eindhoven e os franceses do Rennes, ES Wasquehal, Lille e Metz.
A equipa leonina venceria esse grupo com 13 pontos, mais 4 que os holandeses, mas depois de passadas as eliminatórias não teria a mesma sorte na final. As duas melhores equipas do torneio voltariam a encontrar-se  mas os nossos pequenos acabariam por perder no desempate por grandes penalidades.
No entanto, fica a certeza de um torneio que deixará óptimas recordações aos jovens jogadores.





Final :
PSV Eindhoven  - Sporting C.P.  : 0-0 (3-2 pen.) 





Classificação final:  

1. PSV Eindhoven (Hol.)
2. Sporting C.P.
3. Chelsea FC (G.B.)
4. Ol. Lyon
5. Toulouse FC 
6. Paris SG 
7. Fulham FC (G.B.) 
8. FC Nantes 
9. Lille OSC
10. RSC Anderlecht (B)
11. Lviv Karpaty (Ukr)
12. USL Dunkerque
13. Stade Rennais
14. VA FC
15. FC Sochaux
16. JA Armentières
17. Atlético Bilbao (Esp)
18. Ol. Marselha
19. AS Nancy
20. ES Wasquehal
21. FC Metz
22. Girondins Bordéus
23. AS Saint-Étienne
24. Valenciennes

Incompetentes ao poder

O tema do dia é, sem dúvida, o jogo entre o Sporting e o Nacional, porque as nossas preocupações devem centrar-se no que se pratica no terreno de jogo, seja ele futebol ou qualquer outra modalidade onde se vista verde e branco.
No entanto, há um tema que também fará a agenda onde se fala e respira Sporting.
Refiro-me, evidentemente, às mais recentes declarações de Bruno de Carvalho.
Disse o presidente:
"Acho que se está a falar demais de alguém que não merece que se fale tanto. O Sporting reclamou, eu já disse o que tinha a dizer, o professor Jesualdo também, e já é tempo de antena mais do que suficiente para alguém que não esteve à altura de um espectáculo desportivo. Os presidentes, então este, adoravam não falar das arbitragens mas é preciso que as arbitragens não influenciem o trabalho que as pessoas andam a fazer. O que acontece a um árbitro quando erra? Às vezes nada. Não arbitra um ou dois jogos. No Sporting estão acumulados 500 milhões de euros de dívida, alguns do quais relacionados com erros de arbitragem. É essa hipocrisia que não deixarei passar mais. Não quero que os árbitros continuem a prejudicar o Sporting".
 
 
Estou em crer que num piscar de olhos saltarão imensas críticas dirigidas ao presidente, muitas delas da instável massa adepta leonina.
Enquanto nos rivais a voz do líder é tida como verdade absoluta, mesmo que a maioria das vezes seja debitado um chorrilho de baboseiras, no Sporting há a vontade compulsiva de criticar e questionar.
Apesar da minha ser só mais uma opinião, o facto é que as declarações de Bruno de Carvalho estão na linha do que tenho apontado de forma recorrente, e já o disse em publicações anteriores que foi esta a principal questão que coloquei directamente a Jaime Soares (presidente da MAG), aquando da sua visita ao Núcleo de Brasfemes em campanha eleitoral.
É evidente que os prejuízos de uma má arbitragem não se confinam a uns pontos na classificação. Têm obviamente repercussões muito mais gravosas e, inclusivamente, de muito difícil contabilização.
Se o facto de não irmos à Champions, por exemplo, tem uma contabilidade simples, a desvalorização dos jogadores e os negócios ruinosos à volta deles já são muito mais difíceis de calcular, e esta bola de neve tem vindo a rolar encosta abaixo há muitos anos.
Atenção que refiro a Champions como mero exemplo, e nem sequer me reporto à época em curso, em que estamos a pagar pela péssima planificação (mesmo que algumas arbitragens nos tenham empurrado ainda mais para o fundo), mas convém desempoeirar a memória e recordar que arbitragens à Capela já nos desviaram de objectivos em anos anteriores, de modo metódico e persecutório.
Claro está que esta arbitragem poderá ser emoldurada, junto à da Taça Lucílio, mas quem tiver o RTP Memória poderá recauchutar e reavivar o que tem sido a nossa realidade nos últimos 30 anos.
Claro está que, quando se fala na enormidade da dívida, as culpas não podem ser (nem foram) atribuídas na totalidade a alguns membros dessa classe, mas a verdade é que, mesmo que tarde e a más horas, os responsáveis pelo periclitante estado financeiro do clube foram afastados.
A esses, felizmente, podemos dar um destino se forem incompetentes.
Ao senhores da arbitragem, infelizmente, mesmo provando a sua incompetência não o podemos fazer...com a agravante de ainda se virem rir na nossa cara, passado pouco tempo, depois de nos fazerem perder (directa ou indirectamente) alguns milhões...prestígio...auto-estima...paciência.

sábado, 27 de abril de 2013

Agenda, transmissão em directo e resultados do dia

Sábado, 27 de Abril de 2013
Da vasta agenda do calendário leonino para este Sábado, alguns embates destacam-se pelo carácter definitivo que comportam.
Assim, logo às 14.30 jogará o rugby do Sporting a final do campeonato da II Divisão, logo no ano de estreia deste seu regresso à modalidade.
Três horas mais tarde, a nossa equipa de iniciados terá um jogo que poderá ser muito importante na caminhada para o título nacional de futebol.
Vencer na Gafanha da Nazaré e esperar que o Benfica roube pontos ao Porto pode significar quase meia taça.
Já ao final do dia a secção de Hóquei em patins, bem como o orgulho leonino jogará a 1ª das 5 finais agendadas até final do campeonato...se conseguirem sobreviver até lá.
Se na 1ª volta a equipa foi derrotada por 6-2 em Braga, será de esperar um resultado bem diferente perante os nossos adeptos, mas a imagem deixada perante o Porto a meio da semana pode colocar muitas interrogações no ar.
Como os Tigres, o nosso rival pela manutenção e que nos antecede na classificação, se desloca ao pavilhão portista, uma vitória quase que significaria deixar uma vez mais a zona de descida, precisamente uma semana antes de visitar a equipa de Almeirim, no jogo que pode ser a grande final do (nosso) campeonato.

Neste espaço tentaremos ir actualizando alguns resultados, bem como será possível assistir à transmissão da equipa B, a meio da tarde.



Sporting vs São Miguel | 14:30h
 Rugby - Seniores - final do Campeonato Nacional da II Divisão 
FINAL  SCP 39 S.Miguel 10 (SPORTING CAMPEÃO)

 

Mirandela vs Sporting | 15:00h
Ténis de Mesa - Seniores - 16.ª jornada do Campeonato Nacional
FINAL: Mirandela 2 Sporting 4


Desportivo das Aves vs Sporting B | 17:00h
 Futebol - Seniores - 38.ª jornada da II Liga
Aves - Sporting B (clicar)

FINAL: Aves 1 Sporting 1


Gafanha vs Sporting | 17:30h
Futebol - Iniciados - 3.ª jornada da 3.ª fase do Campeonato Nacional 
FINAL: Gafanha 0 Sporting 2 (3', 68') 

p.s. Os meus agradecimentos ao amigo Ricardo Morais pela disponibilização do resultado na hora, em directo no local.

Sporting vs HC Braga | 18:30h
 Hóquei em Patins - Seniores - 26.ª jornada do Campeonato Nacional
FINAL: SCP 4  HCB 3 
GRANDE E PRECIOSA VITÓRIA  
 foto retirada do Faceboook

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Três ponto sete

Pensei eu que o lamentável caso Capela tivesse morrido no decorrer da semana, em termos mediáticos.
Esperava, no entanto, que as culpas não morressem solteiras, e deste modo tinha a secreta esperança que o caso Capela ficasse bem vivo e se recomendasse, para memória futura.
No entanto, hoje surge a notícia que o artista teve a nota de 3.7 (numa escala de 0-5) no referido jogo.
Ou seja, o observador  Luís Ferreira, atribuiu um "Bom mais", qualquer coisa como 74%, se a escala fosse de 0-100.

A notícia realça que "é dada razão ao árbitro em todos os lances polémicos para grande penalidade que os leões reclamaram, no dérbi lisboeta disputado na Luz a 21 de abril." 

Aliás, esta é quase uma não notícia, porque ninguém estaria à espera que rolassem cabeças num caso que envolva o Sporting, enquanto vítima.

Para calar o natural burburinho, não só do Sporting mas também do outro candidato ao título, bem como para afastar os holofotes que poderiam incidir sobre o fulano, é perfeitamente natural que o árbitro fique em banho maria durante uma semana, mas o "castigo" perante um crime daquele índole é quase um prémio.

Natural também acaba por ser a nota atribuída, pois a equipa destacada para o Estádio da Luz era multi-funcional.
Esta gente não dorme em serviço.

Pouco natural será que o Sporting se acomode a mais esta facada nas costas, depois de já ter sido altamente prejudicado no jogo em questão.

Claro está que remar contra esta forte maré não trará qualquer resultado positivo, mas dado que se nos deixarmos levar por ela iremos parar no meio do Oceano, abandonados à nossa sorte, resta ir esbracejando enquanto houver forças para isso.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

What??

O atentado de Boston chocou o mundo ou, pelo menos, meio mundo.
Aquele meio mundo que se apelida de Ocidental.
Aos poucos, as notícias deixaram de salientar os atentados diários no Iraque, a chacina na Síria e outros muitos conflitos que ceifam vidas de inocentes.
De qualquer modo, sabemos que a comunicação social funciona por impulsos, por "modas", e as mortes no Iraque (só para dar um exemplo) já chateiam!!

Assim, os acontecimentos de Boston serviram para saciar a vertente sádica e voyeur de muitos de nós, e também para alimentar os media, sempre sedentos de uma boa tragédia.
No  palco de guerra em que a cidade pareceu instalar-se também havia portugueses.
Não, não eram os maratonistas que tinham corrido pouco tempo antes.
Eram portugueses de uma estirpe especial.
A SIC Notícias telefonou para a Casa do Benfica de Nova Inglaterra.


video


Assim, ficámos a saber que, apesar da América estar apavorada com dois bombistas capazes das maiores atrocidades, o Manager da Casa local e restante gente estava preocupada, isso sim, do jogo com o Sporting.
Só faltou falar do Inzébio.
Ahhh....ganda Sporting!!
Metes mais medo que um terrorista!!

Mal sabia o homem que, para mal dos nossos pecados, também haveriam de mandar um terrorista para o Estádio da Luz.
Assim estaria mais descansado e, quem sabe, talvez pudesse ter tempo para ficar com o medo que a América padeceu.

Apanhar boleia

Neste dia de feriado nacional houve alguma actividade desportiva, mas o grande destaque vai para a vitória do Sporting sobre o Fundão, no jogo que permitiu à nossa equipa avançar para a Final 4 da Taça de Portugal de Futsal.
O resultado foi alcançado apenas no prolongamento, mas o 5-4 final veio premiar a equipa que mais qualidade demonstrou durante os 50 minutos de jogo.
Já no futebol, num jogo com muito menos carga emotiva, os juvenis do Sporting empataram 2-2 em Albufeira, num jogo "a feijões", pois já tinha alcançado o apuramento para a fase final do campeonato nacional do referido escalão.
O título irá ser discutido com o Porto, Braga e Benfica.

Por falar em Benfica, tive hoje oportunidade de ver grande parte da meia-final da competição europeia, realizada em Istambul.
Tive curiosidade em saber o que acontece quando o árbitro não se chama João Capela.
Apesar de ter sido uma arbitragem fraquinha, foi com normalidade que um penalti existente foi efectivamente assinalado, foi com naturalidade que Maxi levou um amarelo e foi com naturalidade que os erros próprios de um árbitro aconteceram para os dois lados.
Eu sei que o dérbi já lá vai, mas se o Porto ainda hoje tenta aproveitar a boleia do sucedido, creio que é pertinente que a revolta tenha eco durante mais uns tempos.

Relativamente a este tema, veio hoje Vítor Pereira (o do Porto) dizer:

"Não quero pôr em causa as pessoas. Reporto-me a factos e aquilo que eu vi deixou-me preocupado. O Sporting foi infeliz, apanhou uma arbitragem infeliz e nós apanhamos por tabela. O Sporting também tem os seus objetivos, está a lutar por entrar na Europa. Preocupa-me se o Marítimo ou nós tivermos a infelicidade de apanhar uma arbitragem como esta".

"No espaço de poucos dias, João Capela alterou radicalmente o seu critério para assinalar grandes penalidades. Na final da Taça da Liga conseguiu ver uma que não existiu e ainda expulsou um jogador nosso, poucos dias depois não viu três existentes sempre contra a mesma equipa”.

Eu sei que o treinador portista não está a defender o Sporting, mas sim a defender o Porto e a pressionar a arbitragem para embates futuros.
De qualquer modo, é sintomático que toda a gente (menos uma parte dos 4 milhões de benfiquistas) tenha tido dois olhos na cara para observar, estupefactos, o que aconteceu no último Benfica-Sporting.

Contudo, Vítor Pereira, deixa-me dizer-te que não nos estás a fazer nenhum favor....nem a vocês, ao comparar o penalti da final da Taça da Liga com os ocorridos no dérbi.
É que a grande penalidade marcada pelo Capela contra o Porto existiu mesmo.
Se passares por mentiroso ninguém acredita no resto da prosa.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Hoje há andebol e hóquei

Hoje o Sporting volta aos pavilhões.
Pelas 20 horas, a equipa de andebol leonina recebe o Sp. Horta no arranque da 2ª volta da fase final do campeonato.
Depois da vitória da passada 6ª feira perante o Benfica, espera-se que esse resultado sirva para galvanizar ainda mais o plantel, que está a realizar uma fase final digna de realce.
Claro está que, tal como já foi referido, o título é tão só uma miragem mas, para manter esse imagem difusa no horizonte, é essencial o Sporting continuar a fazer a sua obrigação.
O jogo não terá transmissão televisiva mas é possível consultar a marcha do marcador numa das seguintes ligações:

Sporting - Sp. Horta (clicar) 20.00 horas 

FINAL:
Sporting 38 Sp.Horta26
 

Às 21 horas será o arranque do jogo de Hóquei em patins entre o Porto e o Sporting, a contar para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal.
Aqui a história muda radicalmente de figura.
Se é certo que a última vez que a equipa se deslocou ao pavilhão portista saiu de lá com uma goleada de respeito (12-0), estou convencido que a história não se repetirá...mas poderá andar lá perto.
Este pessimismo está relacionado com o complexo que a equipa demonstrou nesse longínquo jogo, mas também porque este não é certamente um objectivo primordial da secção, bem mais preocupada com a difícil tarefa de assegurar a manutenção.
Claro está que a equipa terá que honrar a camisola, e a equipa adversária também estará ciente da diferença de valia dos planteis, mas estou convicto que a equipa leonina se despedirá hoje desta competição...mais golo menos golo.


FINAL:
Porto 11 Sporting 0
 




terça-feira, 23 de abril de 2013

Solidariedade

Ao navegar por essa blogosfera fora ainda é possível sentir o abalo que a arbitragem do indesejável fulano provocou no passado Domingo.
Apesar do terramoto ter sido sentido com intensidade para os lados de Alvalade, o certo é que a Capela da Luz manteve-se em pé, imponente...orgulhosa.
Curioso é verificar que, tal como tinha previsto, os mesmos que se indignaram por um pequeno sismo ocorrido naquele mesmo local há um ano atrás, desta vez bateram no peito como Tarzans e berraram de felicidade.
Afinal não é só a política que anda de tanga.
Não menos curioso foi constatar que, apesar do abalo ter tido o epicentro na 2ª Circular, rapidamente sentimos a solidariedade das gentes do Norte.
Foi o dono da frutaria Costa, o Tavares, o Guedes...e um infindável rol de personalidades que ficaram profundamente chocados com o episódio.
Só é pena que, nos muitos abalos que nos têm afectado, essa mesma gente do Norte se tenha esquecido de nos prestar os primeiros socorros, de modo igualmente célere. 
Este apoio desinteressado perde assim algum impacto.
De qualquer modo, foi interessante saber que, pelo menos uma vez na vida, tivemos nos irredutíveis nortenhos mais apoio que alguns dos "nossos", que ainda parecem ter pesadelos pela recente mudança, e com dificuldade encaram a realidade de que foram retirados da cadeira onde estavam incrustados.
A alguns desses, que têm feito páginas de jornais a criticar e a minar a frágil estabilidade actual, ainda não os vi manifestar-se pelos acontecimentos de Domingo. Talvez tivessem preferido uma derrota clara, sem casos, mas a realidade foi bem triste e diferente.
Imagino que tal se deva ao facto de estarem com o calendário na mão, a contar os dias que faltam para esta direcção dar de frosques.
Convém recordar que alguns deram um...ou dois meses, no máximo, para Bruno de Carvalho render-se às evidências e o Sporting ir de novo a votos.
Faz hoje um mês do acto eleitoral.
A contagem decrescente prossegue, mas quem apostou em 1 mês perdeu.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

"Não importam os meios se o fim compensa"

Passam os anos, saem e entram jogadores e treinadores, renova-se o quadro de árbitros, mudam os dirigentes (alguns)...mas a história tende a repetir-se.
A cor dominante está, efectivamente, também a mudar, mas o estilo...esse, mantém-se.
A comunicação social fez também o seu serviço, antes...durante e depois do jogo.
O adversário de ontem vai gozar de papo cheio, pois tem memória curta e já se esqueceu do sentimento de injustiça que connosco padeceu durante mais de duas décadas.
A visão vai subitamente ficar turva e do alto do 2-0 nada importa.
O lema no futebol continuará a ser "Não importam os meios se o fim compensa".
O tempo irá apagar, lenta mas inexoravelmente, todos os rastos de uma vitória suja, mesmo que no meio da baba Jesus tenha repetido vezes sem conta que foi...limpinha.
Limpa está e estará a nossa consciência.
Eu sei que o champanhe está no frigorífico e as faixas encomendadas, mas não se esqueçam de uns exemplares extra.
 
 
 

domingo, 21 de abril de 2013

Benfica - Sporting (directo)

Depois de uma semana a falar-se em dérbi, eis que chega o dia do esperado jogo.
Apesar das grandes diferenças que têm marcado a época de ambas as equipas, a verdade é que dérbi é dérbi e os adeptos estão de novo com a esperança do tamanho do mundo.
Uns mais que outros.
Alguns, talvez a olhar para esse mesmo mundo de um lugar privilegiado, apercebem-se que a tarefa que a equipa do Sporting tem hoje pela frente é de proporções bíblicas.
Não, não é por ter Jesus do outro lado, mas sim porque todos os indicadores apontam para que a lógica prevaleça.
Do lado do Sporting há um par de argumentos de peso. 
  1. A bola é redonda.
  2. No momento do apito inicial, jogarão 11 contra 11.
Tudo o resto nos é desfavorável, mas posso salientar alguns itens.

Se o ambiente do estádio encarnado já costuma ser pesado para adversários e equipa de arbitragem, quando o rival se chama Sporting esse factor agrava-se.
 
A classificação é, por norma, um factor motivacional. O primeiro lugar e ver o título cada vez mais próximo pode ser um verdadeiro doping, enquanto o facto do Sporting andar ainda pelo meio da tabela, com a meta já à vista, pode ser frustrante.
Olhando para os pormenores dessa mesma classificação, salta à vista que os encarnados ainda não perderam nas 25 jornadas decorridas, enquanto o Sporting só venceu por 8 vezes. Também o goal average é sintomático, e se os 53 golos positivos do Benfica não farão história, já o Sporting ter 2 golos negativos a 5 jornadas do fim não deve ter paralelo.
 
Um jogador jovem ser lançado em jogos deste nível pode não ter grande preponderância, mas quando se fala em meia equipa, já pode ser um peso demasiado grande. Do outro lado, a experiência acumulada é um trunfo.

Em termos de qualidade futebolística a diferença tem sido abismal, mesmo que as prestações de ambas as equipas tenham tido diferentes apreciações da passarada, o que acabou por influenciar o futebol exibido.

Resumindo, basta olhar para o comparativo entre as duas equipas para nos apercebermos que, ironicamente, o vermelho da derrota predomina no nosso calendário enquanto que o bonito verde domina o calendário do Benfica, em toda a linha.
 


Para concluir, devo dizer que qualquer equipa que se desloca ao estádio onde hoje jogamos deve fazê-lo com uma secreta esperança na vitória. O Sporting não deverá pensar de outra forma, nem que seja pela camisola que enverga.
Além disso, pode ser que o factor Bruno de Carvalho ainda esteja vivo e, para finalizar, recordar que com as derrotas de Marítimo, Rio Ave e Estoril, mesmo que o Sporting não vença, o objectivo 5º lugar continua vivo. 
Pior será se o Guimarães vencer. 
Se a vitória leonina acontecer, então, será a jornada perfeita.

O jogo pode ser seguido na SportTv 1 ou numa das ligações seguintes.



Sporting B - U. Madeira (directo)


Jogo a contar para a 37ª jornada da II Liga.


sábado, 20 de abril de 2013

Sporting - Benfica (directo) futsal

Sábado, 20 de Abril de 2013


Sporting e Benfica prosseguem hoje a meia dúzia de duelos que têm agendados para este fim-de-semana.  Se ontem a maratona de jogos começou da melhor forma, com uma vitória clara e incontestável (28-25) para o campeonato de andebol, hoje os dérbis jogam-se de bola no pé.Logo às 14.15 horas tem início o jogo de futsal, e será um dos clássicos mais mornos dos últimos anos.
Claro está que ninguém gosta de perder um duelo destas dimensões, até porque já neste jogo se começam a medir forças e a atemorizar o adversário, tendo em vista a previsível final do campeonato entre estes mesmos adversários, mas os 11 pontos de vantagem leonina à entrada para a penúltima jornada da 1ª fase são concludentes.
Espero um jogo equilibrado (como é norma), com um Benfica agressivo (como é norma) e com o orgulho ferido, mas se o Sporting se exibir ao nível da esmagadora maioria dos jogos desta época, acredito que saia do pavilhão encarnado com um resultado positivo.
O jogo pode ser visto na RTP 1, ou num dos links disponibilizados na grelha do final da publicação.
Já com o decorrer da 2ª parte do encontro de futsal terá início o Sporting – Benfica a contar para a fase final do campeonato nacional de iniciados.
O percurso destes pequenos leões tem sido quase imaculado, mas agora é que chega a altura das grandes decisões.
Se na primeira fase do campeonato o Sporting ficou em primeiro lugar em igualdade pontual com os encarnados, os números são esclarecedores.
69 golos marcados e somente 8 sofridos em 18 jogos, apenas uma derrota e um empate, e em casa sofreu apenas 1 golo.
Na segunda fase a diferença acentuou-se.
29 golos marcados e apenas 1 sofrido em 10 jogos, a que corresponderam 10 vitórias, e nenhum golo sofrido em casa.
Os encarnados ficaram a 6 pontos.
Já nesta fase final começámos com uma vitória no difícil campo do Porto, e hoje espera-se que o Sporting possa cavar uma diferença para estes rivais directos, já que o Benfica perdeu na primeira jornada da competição.
O jogo não terá transmissão televisiva mas esperamos poder actualizar o resultado.

Finalmente, os juniores terminam esta conferência Sporting – Benfica de Sábado no jogo a contar para a 10ª jornada da fase final do campeonato nacional.
Os jovens leões, líderes do campeonato, dispõem de 3 pontos de vantagem sobre o 2º classificado, precisamente o Benfica.
Assim, este dérbi pode dar um impulso decisivo para as nossas cores, caso a vitória (ou o empate) ocorra, mas uma derrota pode complicar muito as contas.
É que o calendário ainda nos depara uma difícil saída ao Porto, que ainda quer entrar nas contas do título mas, se a melhor equipa fizer o que está ao seu alcance, sem interferências externas indesejadas, acredito que possam alcançar o seu 7º título nos últimos 9 anos, sem grandes sobressaltos.
O jogo só terá transmissão em diferido, a partir das 21.50 horas num dos links disponibilizados, mas iremos actualizando o resultado na hora.

À margem dos dérbis, mas num jogo também decisivo para as nossas cores, a equipa de juvenis recebe os açoreanos do Operário, num jogo que pode carimbar a ida dos nossos jovens à fase final da competição. Convém recordar que a equipa, após um começo de 2ª fase verdadeiramente anormal, onde não venceu nenhum dos 4 jogos e não marcou qualquer golo e praticamente hipotecou as hipóteses, conseguiu uma verdadeira transfiguração e  venceu os últimos 4 jogos, sem sofrer qualquer golo.
Hoje, dependendo dos resultados dos seus rivais, pode confirmar o apuramento.





Benfica vs Sporting | 14:15h 

FINAL
SLB 1 SCP 3



Futsal - Seniores - 25.ª jornada do Campeonato Nacional




Sporting vs Benfica | 15:00h
Futebol - Iniciados - 2.ª jornada da 3.ª fase do Campeonato Nacional



FINAL
SCP 1 SLB 0





Sporting vs Operário | 18:00h
Futebol - Juvenis - 9.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional



FINAL
SCP 4 Operário 0
 


Benfica vs Sporting | 16:00h
Futebol - Juniores - 10.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional


FINAL
SLB 2 SCP 0   
DIFERIDO (CLICAR)