quarta-feira, 10 de abril de 2013

Dúvidas e certezas

Bruno de Carvalho falou, do alto da sua voz grave...desta vez de forma pausada e metódica.
Ficámos com algumas confirmações, umas quantas dúvidas e um par de certezas.
A confirmação que o Sporting não tem anéis, e somente uns quantos dedos.
A confirmação que a desejada auditoria de gestão vai mesmo avançar.
A dúvida de como acabará a negociação com a banca.
A dúvida, por inerência, da entrada do(s) investidores.
A dúvida da capacidade para cumprir os compromissos mais prementes.
A certeza de que o Sporting entrou num novo rumo.
A certeza que alguns jornalistas de pacotilha terão, finalmente, o tratamento devido em nossa casa.
Fora dela, poderão continuar a escrever por atacado, mas espero e desejo que o seu tempo de mentirosos encartados esteja a chegar ao fim.

Bruno de Carvalho deixou logo no início a ideia que o sigilo a que está obrigado, e que não lhe permitiu denunciar as manobras de bastidores, não durará sempre.
Os sportinguistas agradecerão saber, a seu tempo, até que ponto o presente e futuro do Sporting foi hipotecado mas, por agora, desejo que a capacidade de trabalho e negociação desta direcção permita que a história do clube continue a escrever-se a letras de ouro.