sexta-feira, 19 de abril de 2013

Toca a levantar as calças

O Sporting emitiu ontem um comunicado bastante mordaz sobre a actualidade leonina, na sua relação com alguma comunicação social (C.S.).
FINALMENTE, depois de muitos anos a conviver numa situação de subalternidade com este "mal necessário", os sinais dados pela direcção apontam para a evidência do Sporting estar, de forma convicta, a subir as calças.
O Sporting sempre fez e sempre fará capas de jornais, o Sporting continuará a ser o ganha-pão de muitos daqueles que usam esta grande instituição e o interesse dos seus adeptos e "inimigos" para, alegadamente, os informar sobre a sua actualidade.
No entanto, a relação entre as partes há muito que deixou de ser uma simbiose, e neste blogue, na sua curta existência, sempre o denunciou.
É que, infelizmente, o desrespeito tem ganho proporções inauditas, por força da incapacidade e incompetência de quem nos dirigiu recentemente.
Baixaram as calças vezes sem conta e o que se viu não terá deixado nenhum sportinguista satisfeito.
Não será uma tomada de posição enérgica que fará alguns jornaleiros e pasquins mudarem a sua linha editorial porque, tal como na arbitragem, o ADN é que molda os seus comportamentos.

Sem precisar de recorrer a auxiliares de memória, posso recordar os casos recentes do castigo a Insúa, por iniciativa de um jornal. O símbolo do Sporting apagado digitalmente da touca de um nadador leonino. O caso da imagens do túnel de Alvalade, instigado por um jornalista e que chegou às instâncias europeias. O sem-fim de inverdades, baseadas em nada, para pintar os jornais de um verde deslavado.
 
Assim, espero que todos nós consigamos fazer a devida triagem do que sai diariamente na C.S., mesmo que o natural interesse e curiosidade nos "obriguem" a procurar pela actualidade leonina.
Depois da alfinetada, sentida por alguns, acerca da inteligência de alguns jornalistas, é de esperar a resposta de quem se serve do Sporting para os seus propósitos.
Parece-me difícil que parem a sua cruzada orquestrada contra o clube, mas mais fácil deveria ser que alguns "órgãos oficiosos" do clube, como alguns blogues do largo espectro de opinião, escolhessem o seu lado da barricada.
Podemos ser críticos, ou não, mas devemos saber escolher  as nossas fontes para abordar a actualidade e, SEMPRE, duvidar.
Esta irá ser mais uma dura batalha da direcção, que terá em paralelo outras bem mais decisivas na tentativa de reerguer este leão ferido. 
O comunicado pode ser lido na íntegra, AQUI
Também pode ser lido no Rascord e outros do género, mas aconselha-se a fonte oficial, não vá desaparecer algum conteúdo, na difícil tarefa de copy/paste.