terça-feira, 23 de abril de 2013

Solidariedade

Ao navegar por essa blogosfera fora ainda é possível sentir o abalo que a arbitragem do indesejável fulano provocou no passado Domingo.
Apesar do terramoto ter sido sentido com intensidade para os lados de Alvalade, o certo é que a Capela da Luz manteve-se em pé, imponente...orgulhosa.
Curioso é verificar que, tal como tinha previsto, os mesmos que se indignaram por um pequeno sismo ocorrido naquele mesmo local há um ano atrás, desta vez bateram no peito como Tarzans e berraram de felicidade.
Afinal não é só a política que anda de tanga.
Não menos curioso foi constatar que, apesar do abalo ter tido o epicentro na 2ª Circular, rapidamente sentimos a solidariedade das gentes do Norte.
Foi o dono da frutaria Costa, o Tavares, o Guedes...e um infindável rol de personalidades que ficaram profundamente chocados com o episódio.
Só é pena que, nos muitos abalos que nos têm afectado, essa mesma gente do Norte se tenha esquecido de nos prestar os primeiros socorros, de modo igualmente célere. 
Este apoio desinteressado perde assim algum impacto.
De qualquer modo, foi interessante saber que, pelo menos uma vez na vida, tivemos nos irredutíveis nortenhos mais apoio que alguns dos "nossos", que ainda parecem ter pesadelos pela recente mudança, e com dificuldade encaram a realidade de que foram retirados da cadeira onde estavam incrustados.
A alguns desses, que têm feito páginas de jornais a criticar e a minar a frágil estabilidade actual, ainda não os vi manifestar-se pelos acontecimentos de Domingo. Talvez tivessem preferido uma derrota clara, sem casos, mas a realidade foi bem triste e diferente.
Imagino que tal se deva ao facto de estarem com o calendário na mão, a contar os dias que faltam para esta direcção dar de frosques.
Convém recordar que alguns deram um...ou dois meses, no máximo, para Bruno de Carvalho render-se às evidências e o Sporting ir de novo a votos.
Faz hoje um mês do acto eleitoral.
A contagem decrescente prossegue, mas quem apostou em 1 mês perdeu.