sábado, 4 de julho de 2015

Decisão relâmpago

Numa decisão relâmpago, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol condenou o benfica a indemnizar o Sporting em 4.530 euros, como consequência dos factos ocorridos no terceiro jogo da final do campeonato nacional de futsal de 2011/12.
Parabéns ao órgão federativo por consegui resolver este caso em apenas 3 anos, numa altura em que a investigação ao caso Camarate, que data de 1980, ainda vai a meio.
Já os outros pontos (que se prendiam com a conduta violenta de alguns jogadores e treinador, mas também de vandalismo por parte de elementos da comitiva encarnada) terão sido arquivados porque as imagens não têm boa qualidade e porque o dirigente da federação que levou uma bolada de César Paulo ainda não saiu do coma.
_____________________________________________________________
Godinho Lopes voltou esta 6ª feira a recordar:
«Se não tivesse havido esta tentativa de golpe de Estado no Sporting, provavelmente Jorge Jesus já seria treinador do Sporting na época 2012/13, provavelmente o Benfica não tinha ganho estes dois campeonatos. E provavelmente Jesus teria vindo por um terço do valor que veio hoje».
Eu também sou bom em hipóteses:
«Se os navios-hotel na EXPO 98 tivessem afundado com algumas personagens a bordo, o passivo do Sporting provavelmente seria muito menor».
_____________________________________________________________

Na 5ª feira referi que alguns media descobriram, subitamente, que o motivador brasileiro que acompanha Jesus para o Sporting ganhou, de um dia para o outro, atributos pouco abonatórios para a sua função (junto da selecção brasileira que dispitou a Copa América).
Hoje, 6ª feira, a imprensa destapou o nome de Teo Gutiérrez como alvo da estrutura para reforçar o ataque leonino.
Quase em simultâneo, vieram recordar “O dia em que Teo Gutiérrez vestiu a pele de boxeur” e “O dia em que Valderrama mandou Teo Gutiérrez estar calado”.
Se já somos uma das equipas mais indisciplinadas, agora caminhamos para sermos uma das equipas mais indisciplinadas que aparenta demonstrar interesse num jogador com um problema de disciplina.