terça-feira, 5 de março de 2013

34 euros

Afinal, parece que vamos ter treinadores encartados no próximo jogo.
É que Jesualdo Ferreira e  Oceano, ambos expulsos no clássico contra o Porto, foram apenas multados e repreendidos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.
Para além da repreensão, ambos os treinadores foram punidos com uma multa de 102 euros.
Gostaria de saber quais os graves motivos que levaram à expulsão de ambos mas que, afinal, levaram uma pena tão leve.
Independentemente do inócuo castigo, o certo é que Paulo Batista fez o seu serviço, e o clube foi lesado, como de costume, no tempo útil de jogo.
 
Os "senhores" do C.D. terão achado suficiente o castigo a que o clube foi sujeito, e terão ficado indecisos entre um puxão de orelhas, uma malagueta na boca ou uma multa.
Optaram por esta última e, tendo em conta que Jesualdo terá chamado ao árbitro filh* da put* quando abandonava o campo, devo acreditar que a coima foi em função da ofensa. 
Assim, terá saído a 34 euros cada palavra.
O que vale é que o treinador leonino não se lembrou do resto da família.