quarta-feira, 27 de março de 2013

Uma questão de prioridades

No próximo fim de semana o prestígio do futebol do Sporting joga-se em várias frentes.
A equipa principal desloca-se a Braga, a olhar por um canudo para a Europa e por um tubo para a manutenção.
A equipa B recebe o  Benfica B num encontro onde se joga, essencialmente, a rivalidade entre as instituições e os seus adeptos.
Em Itália jogam os juniores, contra o Aston Villa, nas meias finais (e quem sabe na final) da NextGen Series,  Liga dos Campeões do escalão sub 19.
Nenhuma das equipas estaria dependente das outras se a época tivesse sido devidamente planeada mas, infelizmente, toda a frágil estrutura do futebol foi caindo como um baralho de cartas.
Tal como já foi atempadamente referido, o colapso da equipa principal teve repercussão directa na equipa B, pois a reestruturação do plantel obrigou a ir pescar ao viveiro da Academia.
Se os resultados desta reformulação não foram muito evidentes na equipa principal, já o mesmo não se verificou na equipa B, e a caminhada segura da equipa na II Liga conheceu uma outra face, e as 3 vitórias nos últimos 20 jogos são a marca da intromissão naquele oásis.
Já a equipa júnior tinha tudo para ter um  percurso imaculado, tanto na competição interna como na aventura europeia mas, uma vez mais, o desnorte da equipa principal e o enfraquecimento da equipa B fez com que os responsáveis tivessem que antecipar o crescimento e mexer na estabilidade da equipa.
Assim sendo, este fim de semana terão que ser pesadas as prioridades na hora de fazer a convocatória para esses mesmos jogos.
Claro está que os responsáveis saberão e pesarão melhor que ninguém os prós e contras mas, da parte dos leigos, certamente pesarão outros factores.
Por exemplo, acredito que muitos dos adeptos leoninos não quererão desleixar o jogo com o Benfica B por uma questão de rivalidade mas, pela minha parte, esse é o jogo que menos importa.
O projecto da equipa B tem de ser encarado com realismo e apercebermo-nos da sua importância enquanto antecâmara da equipa principal. Os resultados num clube como o Sporting são sempre importantes mas, em determinados estágios, devem ser relativizados, para mais quando há pouco em jogo.
Eu, como qualquer outro adepto leonino (ou ainda mais) quereria vencer esse derby mas, se tiver que optar, prefiro que o clube vença uma competição de relevo como a NextGen Series.
A equipa B não deve ser, em caso algum, motivo para expiar os fantasmas dos adeptos pelas desilusões da equipa principal.
Se olharmos por exemplo para os grandes espanhóis, constatamos que Barcelona B e R.Madrid B ocupam o 8º e o 15º lugares, respectivamente, e não acredito que algum adepto se sinta com isso melindrado.
Espero, por isso, que as escolhas venham a ser as que melhor defendem os interesses do Sporting e, se possível, que o clube possa vencer todos os jogos em disputa.