terça-feira, 30 de outubro de 2012

Deitar tarde e levantar cedo, cria carne e sebo


Há quem ache que o Sporting está de rastos.
Eu, tenho a certeza.
As culpas desta situação têm sido repartidas por direcção e equipa técnica mas, mal ou bem, os jogadores têm conseguido passar por entre as gotas da chuva, mesmo que sejam eles os primeiros a ouvir os assobios e a insatisfação dos adeptos.
É que, desde a primeira hora, passou para a opinião pública a certeza de que este era o melhor plantel, desde...desde...os 3 pífaros (Jardel, João Pinto e Niculae), mesmo que nunca tenham feito esquecer os 5 violinos.
Pois bem, se há algo que tem saltado à evidência, à parte da qualidade técnica da maioria, é que a intensidade, a entrega, a dedicação à causa tem deixado muito a desejar.
Não sei se há motivos circunstanciais para alguns tristes exemplos mas, ao verificar a fotografia com atenção, tudo fica mais claro.
Carrillo foi notícia por ter ido fazer uma noitada às Américas mas, pelos vistos, também por cá a sonolência está em barda.
Ou isso, ou era o jogo que deixava qualquer um indiferente.
Continuem a dormir que, quando derem por ela, já o avião partiu.