quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O rir e o folgar

Não, não pretendo ser muito sarcástico. Só um pouco.
O tempo não está para muitas brincadeiras, dado que atravessamos duas crises que há uns anos seriam inimagináveis.
A de Portugal (ligeiramente mais expectável) e a do Sporting.
Pois bem, depois de uma semana onde mais uma vez tudo nos parece acontecer, eis que chega Vercauteren, o homem onde irão recair todas as atenções, mesmo que ele já não tenha idade nem disponibilidade para entrar em campo e tentar resolver alguma situação mais embaraçosa.
O belga chegou rotulado por todos, quer pelos simpatizantes quer pelos eternos desconfiados.
Para uns tem currículo, para outros nem sequer tem nome mas, penso, todos lhe desejaremos o melhor, excepto os adeptos rivais e, eventualmente, alguns sportinguistas ávidos de mais sangue para ser mais fácil atingir os seus propósitos.
Eu também aguardo com expectativa os próximos episódios da telenovela de terror em que esta época se transformou mas, confesso, foi com misto de incredulidade e riso que me deparei com uma pequena notícia de hoje.
Vercauteren dá folga, no primeiro treino com o plantel. 
Assim, os atletas leoninos tiveram direito a dois dias, depois do cansaço extremo a que têm sido sujeitos (digo eu).
Penso que a nossa equipa deverá ser a única a ter dois jogos por semana, sem contar com as outras 79 das competições europeias.
Além disso, ainda ontem foi visível na fotografia que correu célere pela internet, que alguns estão de rastos, como ficou patente no descanso do guerreiro...Jeffren.
O hispano-venezuelano não deverá perder a oportunidade de pôr o sono em dia, pois tem sido sujeito a demasiada intensidade, depois de quase um ano sem competir. Estas coisas ressentem-se, e o corpo acaba por ceder.
Muitos outros se juntarão a Jeffren e agradecerão a benesse, pois toda a equipa denota uma apatia que só o cansaço acumulado justifica.
Ou seja, depois de quase um mês desde a saída de Sá Pinto, eis que surge o ansiado treinador. Como se não bastasse tanta parcimónia na escolha, este chega e manda todos descansar.
Também nós andamos cansados de ler, ver e ouvir muita coisa mas, como o "O rir e o folgar não é pecado", temos que nos ir divertindo com os fait divers da actualidade leonina.