segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Ronaldo? Nem dado!!

Como os tempos não estão para grandes revelações mas, simplesmente, para pequenas histórias, a que foi ontem revelada por uma publicação online não deixa de nos fazer reflectir ou, no mínimo, franzir o sobrolho.
Refere a notícia que Tony Vairelles, antigo internacional francês, diz que o Lyon o recusou trocar por Cristiano Ronaldo (e outro jogador) em 2002.

«Após a minha boa época no Bastia regressei ao Lyon, e Laszlo Boloni queria contratar-me. Ele treinava então o Sporting. O Lyon queria uma transferência mas o Sporting não tinha dinheiro, pelo que foi proposta uma troca: dois jogadores, incluindo um tal de Cristiano Ronaldo, por mim. E o Lyon recusou»
.
 
Cristiano Ronaldo foi transferido para o Manchester United (mais vulgarmente conhecido com Unáite) um ano depois, por mais de 17 milhões de euros.
 
Já lá vão 10 anos, mas isto dá que pensar.
Primeiro, nos protagonistas.
Nessa época, o vice-presidente chamava-se Godinho Lopes e o Director Desportivo Carlos Freitas. Meras coincidências!!
Curioso é também pensar que, à posteriori, Boloni foi e ficará na história como o "padrinho" de Ronaldo, pois facultou a sua estreia ao mais alto nível.
Pelos vistos, a sua visão estratégica tinha algumas dioptrias, e a falta de dinheiro é que impediram de se tornar no padrinho de Vairelles.
O que valeu foi que, por essa altura, ainda o jovem Ronaldo era um desconhecido por terras de Astérix.
Já agora, quem seria o outro a servir de moeda de troca?
Quaresma?
Claro está que estou a comentar uma revelação que carece de confirmação mas, infelizmente, a história tem vindo a confirmar que temos tido gente pouco dotada para certos cargos.

Já agora, que ninguém nos ouve, não seria possível trocar um dirigente (mais um ou dois de bónus) por algum que tenha um projecto credível?
Já sei, iríamos levar nega, outra vez!!