terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Lavar com água-de-rosas

É chegado o Natal e, como é normal nesta época do ano, esquecem-se alguns diferendos e diferenças e distribuem-se prendas.
Como a "boa-vontade" parece querer sobrepor-se à ideologia, o jornal Roscoff até nos dá quatro prendas antecipadas.
Diz hoje que Montero, William, Patrício e Jardim ajudam a colocar o Sporting no topo.





No topo dos melhores marcadores e melhor ataque, do melhor jovem e jogador da Liga, do melhor guarda redes e melhor defesa da Liga...do melhor treinador.
Esqueceram-se foi de recolocar o Sporting no primeiro lugar da tabela classificativa, erro que insistem em perpetuar.
Esse sim é o que importa, e para o qual todos estes dão o seu contributo.
Por muito que goste desses destaques individuais, o que quero mesmo é o primeiro lugar do Sporting, pois é desse que sou verdadeiramente adepto.
Agradeço a gentileza, mas por mim podem ir lavar outro rabo com água-de-rosas.
Mas, dando uma vista de olhos neste verdadeiro papel de embrulho, é visível que não há a mínima intenção de reparar o persistente erro:

Um pequeno deslize bastou para “roubar” ao Sporting a liderança isolada do campeonato e logo em vésperas de Natal, essa quadra maldita para um leão que precisa de recuar a 2004 para perceber quando esteve pela última vez no topo do campeonato. Aí como agora, o Sporting participava com Benfica e FC Porto numa liderança tripartida.

Pois, se recuarmos à época 2004, podemos ir directamente à jornada 14, a mesma que está actualmente cumprida.
Então, podemos constatar que o Sporting era 3º, atrás de Boavista e Porto, com menos 2 pontos que o líder.
Mas, provavelmente, o jornalista referia-se à jornada 17, penúltima da 1ª volta (como agora), mas num campeonato então disputado por 18 equipas.
Realmente, o Sporting estava empatado com porto e benfica, tal como agora...e precisamente com a mesma ordem classificativa.
O Sporting liderava com 31 pontos, estando o porto em 2º e o benfica em 3º, com os mesmos pontos...tal como agora.
Seria interessante o Roscoff ter aproveitado a ocasião e emendar um erro que já ultrapassou o ridículo, há muito.

Só espero que a história não se repita, pois essa época 2004/05 acabou como todos certamente se recordarão.

Mas, como o Natal não se resume à água-de-rosas do Roscoff, o Núcleo da Carapinheira deseja a todos os nossos sócios, amigos e também a todos os visitantes do blog, qualquer que seja o seu sexo, credo ou religião, umas Festas Felizes e um ano 2014 pleno de saúde.
Os que não sejam da religião leonina não levarão a mal que eu deseje, também, que o ano que já se avista no horizonte seja de um verde intenso, e que o Sporting nos faça esquecer, por momentos, as preocupações que acompanham muitos de nós.

Um bem-haja a todos.

Saudações Leoninas