sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Panela de pressão


Tal como referi na última publicação, afazeres "literários" impediram-me de actualizar este nosso espaço, de acordo com a regra que mais ou menos fui instituíndo.
Agora vou poder retomar o ritmo normal até...ao fim do dia.
É que amanhã é dia de rumar a Alvalade, com saída programada para os primeiros raios de sol, e a chegada a casa prevista para quando o galo da zona já estiver a limpar as ramelas.
Logo, é de prever que amanhã a actividade no blog seja reduzida, a não ser que algum hacker decida vir animar os presentes.

Amanhã joga o líder Sporting (que bem sabe dizer isto).
No entanto, hoje podemos ser ultrapassados por porto e benfica, e voltar a jogar com a panela de pressão ligada.
Convém recordar que, de acordo com alguma imprensa, esta época já jogámos com a pressão de tentar chegar ao primeiro lugar provisóriojá jogámos com a pressão de ser líderes e, amanhã...provavelmente jogaremos com a pressão de não o sermos, provisoriamente.
De qualquer forma, qualquer destas é preferível à pressão do ano passado, que foi desde a pressão de não lutar pelo título, a pressão de poder não ir às competições europeias, a pressão do espectro da descida de divisão...até à pressão final de lutar pela menos má da pior classificação de sempre.

Mas o jogo de amanhã também vem colocar à prova, uma vez mais, a juventude da equipa.
Apesar da equipa ser jovem desde o início da época, e já levarmos 13 longas jornadas, a tecla da juventude continua a ser pressionada...até ao dia em que acertem.
Mas, convenhamos, a equipa pode ainda ser inexperiente mas é cada vez menos jovem.
Tal como todos nós, a cada dia que passa.

Por falar em juventude, é gratificante constatar que a formação leonina vai ganhando o seu espaço no plantel principal.
Ao mesmo tempo, não deixa de me provocar um sabor agridoce, com pouco de agri e muito de doce, saber que outros que poderiam ali estar limitam-se a ver futebol pela televisão.
Nos tempos mais recentes vimos delapidar uma obra que ainda estava nas fundações.
Vimos sair João Carlos, Edgar Ié, Agostinho Cá,  Ilori e Bruma.
Só o último parece que não se arrependerá do passo dado.
Os outros provavelmente também não, se forem ao multibanco e pedirem o saldo da conta.


De regresso ao que interessa.
Sporting-Nacional, Sábado...20.15 horas.
Cada jogo, na linguagem scolariana, é um mata-mata, mas todos nós sabemos que...estatisticamente, de acordo com os especialistas em lógica, cada jogo sem perder faz-nos estar mais perto da próxima derrota.
Quanto tal acontecer, teremos provavelmente que jogar com a pressão de ter perdido.

Entretanto, é pertinente debruçar-me sobre as declarações de Manuel Machado, treinador do Nacional, relativamente ao jogo com o Sporting.


"Mas era o que faltava o Nacional entrar em campo a pensar num resultado negativo. Não vamos passear. As viagens de avião estão caríssimas."

Perante este argumento do técnico, e face à dificuldade em entrevistar alguém de relevo, decidi entrevistar um dos excursionistas do Núcleo da Carapinheira, que também irá a Alvalade.

"Mas era o que faltava o Núcleo entrar em Alvalade a pensar num resultado negativo. Não vamos passear. As viagens de autocarro estão mais caras que as de avião. A próxima excursão será feita na Ryanair."

Como é possível constatar, a vontade de vencer em Alvalade é transversal a todos os que irão marcar presença no Estádio.