sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Poucas mas boas?

O jornal Expresso publica hoje uma curiosa sondagem, realizada durante o mês de Agosto, e cujos resultados foram agora conhecidos.
Não se trata de desvendar o clube com mais adeptos ou qualquer outra  variante que tanta celeuma cria. Esta sondagem visou destapar os hábitos sexuais dos portugueses e o Expresso tentou, através das preferências clubistas dos entrevistados, criar um campeonato sexual.

Pois bem, estas foram as conclusões a que os jornalistas chegaram.

Os portistas são quem mais cedo inicia a sua vida sexual. Um décimo dos inquiridos que são adeptos do FC Porto disseram ter perdido a virgindade antes dos 13 anos. A seguir aparecem os adeptos do Sporting (4,8%) e depois os do Benfica (3,1%). 
No extremo oposto é o Sporting o que tem maior percentagem de simpatizantes que se iniciaram depois dos 30 anos (3%). Os portistas são não só os mais precoces, como aqueles que mais facilmente vestem a pele de Casanovas: 7% dizem ter tido mais de 30 parceiros sexuais até hoje, superando os do Benfica (6%) e os do Sporting (3%).
Analisando a vida sexual à lupa, os sportinguistas também têm poucos motivos para se gabar... mas fazem-no. Senão vejamos: 
Estão atrás dos adeptos do FC Porto e dos do Benfica na frequência (só 2% têm sexo, em média, mais de quatro vezes por semana, contra 10% dos portistas e contra 5% dos benfiquistas), no desejo sexual (20% admitem ter pouco ou nenhum desejo) e na frequência com que atingem o orgasmo (25% raramente ou nunca o consegue). 
Curiosamente, os leoninos são os que se dizem mais satisfeitos com a sua vida sexual - 3,8 de média numa escala de 1 a 5, à frente dos portistas (3,7) e dos benfiquistas (3,6) -, os que melhor avaliam o seu desempenho sexual e os que mais respondem que o desempenho do(a) parceiro(a) é "excelente".

Logo à partida, convém referir que o inquérito foi realizado pela GfK, a tal empresa que cometeu falhas graves na medição de audiências televisivas e onde a RTP surgia, em determinados períodos, sem qualquer audiência.
Pois bem, com um pouco de sorte ainda descobrem que a RTP não tinha qualquer telespectador porque é precisamente à hora que os adeptos portistas e benfiquistas estão em pleno acto sexual.

Quanto aos dados apresentados, fiquei deveras sensibilizado ao saber que 10% dos adeptos portistas iniciam a sua vida sexual antes dos 13 anos.
Claro está que estas crianças devem ter desconto no "Calor da Noite" ou outras casas que eventualmente patrocinem ou tenham uma relação privilegiada com o clube mãe.
Ou isso ou pode dar-se o caso dos adeptos mentirem mais que os outros, algo que também não é nada de estranhar, pelo que podemos constatar nalguns dirigentes.
Além do mais, isto de iniciar a vida sexual tem mais que se lhe diga. Reza aquela história do pré-adolescente que chega a casa e diz ao pai, que via tranquilamente televisão sentado no sofá: "Iniciei hoje a minha vida sexual!!". 
O pai, orgulhoso, bate na perna e diz: "Vá, senta-te aqui ao colo e conta-me pormenores."
O jovem diz: "Não posso sentar-me...ainda me dói!!".
Também fiquei preocupado ao saber que 3% dos sportinguistas só se iniciaram depois dos 30 anos.
Isto pode ser perturbador e intimidante, para quem ainda é imberbe e não molhou a sopa. Pode ficar um trauma para a vida toda, saber que pertence a um clube que tem uma estatística tão negativa.
Além disso, ao ir a Alvalade não deixarei de me questionar quantos adeptos, com mais de 30 anos, ainda estarão para afogar o ganso. É que se tivermos casa cheia, e metade dos 50 mil já forem crescidinhos, há motivos mais que suficientes para uma larga fatia de espectadores irem afogar....as mágoas, dado que podem padecer depressão profunda.

Também é abordado, neste inquérito, o facto de 7% dos adeptos portistas terem tido (ou virem a ter, diria eu) mais de 30 parceiros sexuais, contra perto de 6% de encarnados, enquanto só 3% de sportinguistas se confessaram gulosos.
Dado que do lado dos rivais são 13%, deduz-se que os 3% dos nossos galifões andam a "papar" uma grande quantidade de adeptos(as) rivais.

Por fim, os dados indicam que só 2% dos nossos adeptos têm sexo mais de quatro vezes por semana, contra 10% de portistas e 5% de benfiquistas. Mais uma vez, as assimetrias regionais são bem evidentes, mas mais grave é o facto de 25% dos nossos adeptos raramente ou nunca atingirem o orgasmo.
Eu pensava que os adeptos benfiquistas só atingiam uma vez, na Final da Taça da Liga, mas parece que nós não nos ficamos a rir.

Apesar de tudo, dizem os números, os adeptos leoninos são aqueles que estão mais satisfeitos com a sua vida sexual. 
E com a vida, diria eu!!
Sem querer entrar pela lógica que tudo isto possa ter, diria que aquela meia dúzia de sportinguistas que faz sexo a cada passagem do cometa Halley e que tem o mesmo parceiro desde a 2ª Guerra Mundial, goza que nem um perdido, um pouco à imagem de cada título conquistado.
Deve ser cá uma alegria que nem se consegue descrever!
Entretanto, soube-se também hoje que Carlos Xistra irá apitar o jogo com o Marítimo. Mais uma vez sodomizados?
Desconheço qual a cor do senhor do apito mas quase com certeza que azuis, ou encarnados, irão aumentar a sua percentagem no campeonato sexual!!