quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Sporting - Basileia (directo)

Depois de uns dias atribulados, fruto da exibição e resultado menos conseguido para o campeonato, eis que volta o futebol.
Apesar das sucessivas desilusões, é sempre com esperança, curiosidade e renovada vontade que aguardamos pelo jogo.
Claro está que a esperança está intacta na Liga Europa, pois joga-se hoje a primeira jornada da fase de grupos, mas no campeonato já a desconfiança é o adjectivo mais apropriado.
A curiosidade, essa, reside em saber que futebol e equipa o Sporting se apresta a apresentar. É que tanto um como outro têm sido demasiado estáticos e sujeitos a pouquíssimas alterações.
Numa época em que todos esfregámos as mãos de satisfação por possuirmos um dos plantéis com mais qualidade dos últimos anos (se exceptuarmos as limitações para  a posição de ponta de lança) a realidade tem feito esvair essa realidade. As opções de Sá Pinto têm deixado de fora muitas das alternativas que todos anseiam rever (ou simplesmente ver), pois os minutos a que tiveram direito quase se podem contar pelos dedos das mãos.
Sabemos que as lesões de Schaars e Rinaudo limitaram parte dessas escolhas, e deste modo o meio campo tem tido tanto de imutável quanto de falta de profundidade ofensiva. Só Elias, a espaços, dá alguma dose de imprevisibilidade às acções no miolo do terreno, e isto quando Sá Pinto abdica temporariamente (ou em fase de desespero) de um brasileiro mais preocupado em gerar equilíbrios defensivos. Já Labyad, Jeffren e Viola têm-se limitado a ver os jogos do banco ou a dar meros contributos pontuais, com a agravante da paragem competitiva que os terá deixado ainda em piores condições para competir.
É curioso que uma equipa que tem demonstrado uma aterradora ineficácia e propensão atacantes, abdique voluntariamente de outros valores do plantel. É certo e sabido que o treinador é que trabalha com eles, que os conhece melhor que ninguém (como se costuma dizer) mas, por essa ordem de ideias, não se compreenderia que certos jogadores e equipas beneficiem de súbitas apostas no seu contributo ou, até, após alterações da equipa técnica.
Já a questão Insúa não me incomoda, mas continuo a acreditar que Pranjic está sub-aproveitado na posição de lateral esquerdo. Acredito que o argentino possa não estar no seu pico de forma mas, ainda assim, gostaria de ver o croata jogar na posição onde mais pode render, não esquecendo que o Sporting tem apresentado as tais limitações de criação de jogo, só agora algo esbatidas com o regresso de Izmailov.
Hoje poderemos tirar algumas destas dúvidas e incertezas ou (diabo seja cego, surdo, mudo e paralítico) poderemos ficar com as mesmas que nos atormentam o espírito, desde que começou a época (e já lá vão umas valentes semanas). 
Como é hábito, pode seguir as incidências do jogo, que será transmitido a partir das 20.05 na SIC, também nos links que disponibilizamos.


 
 
Sporting - Basileia  (link 3)