terça-feira, 21 de maio de 2013

Como se não existisse

O passado fim-de-semana foi de emoções fortes para uns, e de emoções temperadas para outros.
Foi também de homenagem a uma figura emblemática do Sporting, e que figurará para sempre na galeria dos que gravaram com letras de ouro a história do nosso clube.
Na cerimónia dos Globos de Ouro, Mário Moniz Pereira foi galardoado com o Prémio de Mérito e Excelência, fruto do seu distinto percurso de vida.
O currículo de MMP é tão extenso que é difícil fazer um resumo das modalidades praticadas e títulos alcançados, enquanto técnico ou atleta.
No entanto, apesar de se ter entregue a outras causas e clubes, é no atletismo do Sporting e com os atletas de eleição que marcaram uma época a nível mundial que o seu trabalho mais será recordado.
Lopes e Mamede bateram recordes europeus e mundiais envergando a camisola do Sporting, e com ela também coleccionaram títulos europeus em catadupa, mas para a memória colectiva nacional valerão muito mais as medalhas olímpicas com as cores nacionais.
Seja como for, é indissociável o nome de Mário Moniz Pereira do Sporting.
Menos para a SIC.
O mesmo canal que, no dia da decisão do campeonato, fazia manchete anunciando que o Benfica poderia alcançar o seu 33º título nacional  ( e por que não o Porto, que até ia em 1º?) faz uma homenagem ao senhor atletismo mas, nem por uma vez, é referido o nome do Sporting.
Aliás, nos quase 4 minutos de vídeo, nem por uma vez aparece uma camisola do Sporting.
O mentor do referido vídeo consegue até colocar Lopes, Mamede, os irmãos Castro  ou o próprio homenageado sempre com as cores da selecção, de outros clubes ou em traje informal.
Desconheço (como mero exemplo) se  Eusébio já terá sido alvo de semelhante homenagem, mas tenho sérias dúvidas que, se tal acontecesse, o Benfica não seria uma única vez mencionado (por mera coincidência)...como se nem existisse.
O vídeo está bem conseguido, a voz off é poderosa, a prosa é enternecedora, a homenagem é coerente mas o referido canal, uma vez mais, justificou que também ele merece, da parte do Sporting e dos sportinguistas, um tratamento de excepção.
Pela minha parte merece, cada vez mais, um desprezo total.