domingo, 17 de novembro de 2013

Traça de Portugal

Parece evidente...e natural, que o Sporting faça pequenos ajustes no plantel  da sua equipa de futebol, tendo em vista a segunda parte da época e, até, um possível recauchutar dos seus objectivos.
Parece evidente...e natural, que os jornais façam os possíveis por nos facilitar a árdua e difícil tarefa de scouting, tendo em consideração os parcos recursos financeiros para esse departamento.
Presumir, conjecturar, imaginar, desvairar, supor, inventar, alucinar...serão outras das razões da existência de alguns media, para lá do eventual propósito de informar.
Confesso que, pontualmente, gostava de me tranformar em traça, mosca, mosquito,  ou qualquer outro insecto voador para poder passar despercebido, à margem daqueles motivos de índole sexual que todos irão pensar neste momento.
Gostaria, isso sim, de esvoaçar na redacção de um qualquer jornal desportivo, e perceber como é que àquela gente lhes ocorre os nomes que depois são passados para o papel.
As últimas semanas têm sido pródigas em hipotéticas entradas e saídas do Sporting, talvez em virtude das grandes superfícies comerciais já estarem ornamentadas com motivos natalícios.
É que isto poderá ter despertado os media para o mercado de Inverno, que está aí à porta.
É o Unáite interessado em Maurício, é o sai não sai de Capel, é o Sporting com Rúben Vezo debaixo de olho (mas entretanto passou para cima do olho do Valência), era Anderson Esiti que já teria sido contratado, mas que afinal não foi (e que provavelmente acabará num qualquer concorrente, e promoverá a ira de uns e gargalhadas de outros, à custa de uma notícia sem qualquer confirmação oficial).
Thiago Heleno, outro defesa, estava na mira do Sporting num dia e, no dia seguinte, já não está nos objectivos do clube.
Diz hoje o jornal “A Borla”.


"Thiago Heleno já não está nos objectivos do Sporting para a reabertura do mercado de transferências, em Janeiro. 


O nome do jogador foi apontado a Alvalade, mas, depois de analisado mais em pormenor, passou para não prioritário, uma vez que a condição física que apresenta, fruto da pouca utilização no seu actual clube, o Criciuma, obrigaria a um trabalho específico e isso implicaria algum tempo. E o leão, a avançar no sentido de contratar um defesa central, tem de ter a garantia absoluta que se trata de um atleta que pode chegar, ver e vencer."


Afinal, tendo eu o sonho de me transformar em traça em determinados momentos, acaba por ficar demonstrado que alguns jornalistas detêm esse dom, dado que estão por dentro de toda a matéria top secret do Sporting.
Vencem, de forma inequívoca, o título da Traça de Portugal.

Gostaria também de saber se as pataniscas que Leonardo Jardim comeu no dia dessa decisão estavam boas de sal, mas esse e outros pormenores sórdidos deverão estar de prevenção, para uma próxima notícia.