segunda-feira, 30 de abril de 2012

Favas contadas


Faltam duas jornadas para o final do campeonato, e as contas do Sporting são fáceis de fazer, mas muito difíceis de concretizar, isto se a U.Leiria não sucumbir ao seu próprio funeral ou a incentivos para fazer o enterro.
Centrando-me exclusivamente na contabilidade leonina, não deixo de achar curioso que, uma vez mais, alguns jornais ou jornalistas sejam tão displicentes na apreciação da conjuntura futura.
Hoje pode-se ler que "os leões de Ricardo Sá Pinto passaram a ter a matemática do seu lado, no que concerne às contas do último lugar de acesso às pré-eliminatórias da Liga dos Campeões".
Esta frase é em tudo idêntica às tão comuns, também feitas por treinadores e jogadores, de que "dependemos só de nós!!".
Não quero ser eu a vergar-me aos números, ou ser refém do pessimismo mas, se dependemos somente da matemática, da calculadora ou do ábaco, o que dirão os apaniguados do Braga?
É que nós temos que vencer no Dragão e derrotar o Braga por mais de dois golos, enquanto os bracarenses "só" têm que despachar o tranquilo Beira Mar e evitar uma derrota por dois (ou mais golos), algo que nenhuma equipa  foi capaz de fazer esta época, frente aos minhotos.
Mais que as derrotas do Braga frente a Benfica e Porto, o empate em Paços de Ferreira e a derrota caseira com o Olhanense relançaram a luta pelo 3º lugar e permitiram acreditar que mais resultados anormais possam acontecer mas, colocar-nos na pole position em termos de favoritismo a esse posto, só na cabeça de algum visionário ou  de um distraído.
O que convém, acima de tudo, é não deixar de focar o jogo de hoje com a Académica e, findo este, voltar a pegar na calculadora.


p.s. Após um reparo feito por um leitor e uma consulta aos critérios de desempate, faço a rectificação de que ao Sporting "basta" vencer por 1-0 o Braga, desde que chegue a esse jogo com 3 pontos de diferença.

(Artigo 13.º Regulamento das Competições Organizadas pela LPFP)
a. Número de pontos alcançados pelos clubes empatados, no jogo ou jogos que entre si realizaram;

b. Maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes empatados, nos jogos que realizaram entre si;

c. Maior número de golos marcados no campo do adversário, nos jogos que realizaram entre si;

d. Maior diferença entre o número dos golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes nos jogos realizados em toda a competição;

e. Maior número de vitórias em toda a competição;

f. Maior número de golos marcados em toda a competição