sexta-feira, 30 de agosto de 2013

B.I. do S.L.B.

É já amanhã que Sporting e S.L.B. (Sport Lisboa e Belgrado) se defrontam em mais um dérbi que se prevê intenso.
Como é sabido, a equipa leonina não conseguiu o apuramento para as competições europeias mas, em contrapartida, agendou duelos contra uma das melhores equipas sérvias que joga em Portugal.
Este clube até há pouco intitulava-se Sport Lisboa e Buenos Aires, e distinguia-se pelo seu perfume sul-americano.

Jogava futebol ao ritmo do tango, mas nem com arbitragens com cheiro a picanha conseguiram alterar a história, que acabou sempre na página 92.
Deste modo surgiu esta nova nomenclatura.
A equipa de Belgrado joga um futebol de fino recorte técnico, típico dos Balcãs que, como é sabido, chegou a ser considerado o Brasil da Europa.
É treinada por um sérvio de renome. 
Jesusic, de seu nome, balbucia umas palavras em português apesar dos muitos anos que leva no país, mas o futebol tem uma linguagem universal, pelo que não necessita tradutor.

Se a guerra que promoveu a separação de povos irmãos democratizou o futebol daquelas paragens, a verdade é que a península balcânica estendeu a sua influência até à península ibérica, o que denota visão geoestratégica.
Apesar do futebol moderno também ter traços de globalidade, a realidade é que em algumas zonas do planeta apresentam especificidades muito próprias, como é o caso dos países de leste.
Ainda ontem pudemos observar como uma equipa desconhecida, oriunda dos confins da Europa, eliminou o 3º grande de Portugal, em plena Pedreira.
Se em vez de terem viajado de uma cidade romena o tivessem feito de Budapeste, poderia passar a chamar-se a Pedreira dos Húngaros.
Pois bem, vem isto a propósito que todos os cuidados serão poucos, quando temos pela frente um futebol matreiro e cínico, próprio daquela zona do globo.
A equipa encarnada, que rivaliza com o Estrela Vermelha e o Partizan como um dos grandes da Sérvia, poderá apresentar o seguinte onze:

Arturic, Maxic, Mitrovic, Luisic, Djuricic, U. Matic, Fejsa, Sulejmani, N. Matic, F. Markovic e L.Markovic.
Não será convocado Yannick, atleta sérvio que já jogou no Sporting.

O histórico de confrontos com equipas sérvias não é muito extenso, mas os seis jogos que disputámos com o Partizan não trazem boas recordações.
Três empates e três derrotas deixam um amargo sabor na boca mas, ao mesmo tempo, poderão servir para encarar este tira-teimas com mais responsabilidade.