terça-feira, 27 de agosto de 2013

Matilde e os outros


Apesar dos conturbados tempos que vivemos, o passado recente parece ter-se esfumado, como por um passe de mágica.
Entusiasmo, líder, orgulho, diferente, motivação, amor à camisola, novo rumo...são palavras de ordem na boca de muitos sportinguistas ouvidos na reportagem inicial, outra vez esperançosos e confiantes no futuro.
Se os leões também tiverem 7 vidas, como alguns felinos, o Sporting terá perdido uma, recentemente.
Deram-nos como mortos, mas cá está de novo o leão, imponente e vibrante.
Contudo, não se pode desperdiçar um bem tão precioso de um modo tão desleixado, como foi possível constatar.
O Sporting respira, de novo, mas esta nova alma não deverá estar dependente da bola que vai ao poste e entra...ou não.
Esperemos que, quando a bola não entrar, os sportinguistas continuem a sentir-se orgulhosos da sua equipa, e do seu clube.
Não se podem é desperdiçar mais vidas.