quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Goleada, exige-se

Continuamos em contagem decrescente para o dérbi mas, apesar dos normais fait divers associados a jogos desta envergadura, o dia não trouxe grandes novidades.
Por um lado continuo à espera da resolução do caso Bruma, seja ela qual for, pois os seus representantes já anunciaram milhares de vezes que o epílogo estaria para breve.
Era há um mês atrás, era há três semanas, há duas...era ontem...hoje, o mais tardar.
Enquanto espero, sentadinho, como se recomenda, vou vendo uns jogos europeus, onde me habituei ver o Sporting jogar, desde sempre.
Claro está que terei curiosidade em ver o que podem fazer hoje os clubes portugueses presentes na Liga Europa, e desejar a vitória dos que (dizem) são agora nossos rivais. (Braga, Estoril, entre outros).
É que pode vir a dar jeito que estes façam jogos e viagens a meio da semana, em vésperas de jogar connosco.
Já quanto à Liga dos Campeões, fiquei a saber que este ano vou torcer por clubes como o Olympiacos, Anderlecht, PSG, Atl. Madrid, Áustria Viena ou Zenit.
Para mim, que só gosto do Sporting, torna-se complicado ter tantos clubes preferidos, mas fico esperançado que em poucos meses tenha resolvido esta súbita perturbação que me assalta todos os anos.

Hoje também foi dia de convocatória de Paulo Bento, tendo em vista os próximos compromissos da selecção. 
Confesso que nunca tenho grandes expectativas, pois o seleccionador já nos habituou a ser mais previsível que um cão que levanta a pata traseira.
Se toda a gente sabe que Paulo Bento faz a sua primeira substituição aos 60 minutos, também sabe que as convocatórias cumprem determinados pressupostos.
Assim, quem eventualmente esperaria ver Adrien ou William Carvalho nos eleitos terá apanhado uma grande desilusão.
É que Moutinho, Coentrão, Nani (entre outros) podem vir com uma perna ao peito mas entrarão sempre nas contas do seleccionador.
Josué também passou a ser dos preferidos, assim que trocou de camisola. Paulo Bento também justificou a ausência de Licá (!!!!!!). Obrigado pela explicação.

Mas o que me prende a atenção, mesmo, é o Sporting.

De volta ao dérbi, fiquei a saber que a Betclic confere 40,8% de favoritismo ao Benfica e somente 35,7% ao Sporting.
O especialista entrevistado explica estes números, bem como o facto de, para esta casa de apostas, o Sporting ter ainda 33% de hipóteses de ficar abaixo do 3º lugar.
Se, relativamente à classificação, eu darei a minha previsão lá para a 28ª jornada, já quanto ao dérbi fico satisfeito que o Benfica seja considerado favorito.
Se é normal e positivo que o Sporting seja considerado favorito, na esmagadora maioria dos jogos que faz em Portugal, já a lógica, a prudência...a sensatez, aconselham a não inchar o peito nestes jogos.
Dizem que, por norma, quem está pior na época costuma ganhar estes jogos, mas eu penso que não passa de um mito urbano.
Eu acredito que são jogos imprevisíveis, como ficou provado a época passada, mas que o Capela tratou de tornar previsível.
Não gosto, nunca, que se menospreze o adversário e considero nefasto colocar-nos em bicos dos pés.

Talvez aproveitando a onda goleadora e fase positiva da equipa, tanto os adeptos como alguns jornalistas acreditam, ou fazem crer que o Sporting não só vencerá como poderá golear.
Talvez por isso o Record publicou uma notícia com um título enganador, sustentado neste arranque de campeonato.


Leões podem golear no dérbi das estreias
SPORTING PERSPETIVA NOVA VITÓRIA FOLGADA

Claro está que a goleada refere-se à quantidade de estreantes de um e outro clube, mas a ideia que vai pairando em nada nos beneficia.
Por isso, agradeço à Betclic que recoloque os planteis, orçamentos e estabilidade no devido lugar, para o Sporting jogar com a pressão adequada ao seu estatuto e obrigações actuais.
O Sporting só pode ter em perspectiva uma goleada na aplicação, entrega  e dedicação.