terça-feira, 9 de dezembro de 2014

A táctica dos apanha-bolas

A lista de convocados do Sporting para o embate com o Chelsea já é conhecida e, para lá das esperadas ausências, destacam duas novidades. Geraldes e Slavchev.
Como terão que ser descartados dois da lista de 20 convocados, apostaria no búlgaro e…talvez, no japonês Tanaka.
É que o Sporting só leva 6 defesas para Londres e, apesar do panorama qualitativo ser preocupante, a realidade é esta mesma. Não há cartas na manga.

Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck.

Defesas: Ricardo Esgaio, André Geraldes, Maurício, Paulo Oliveira, Naby Sarr e Jonathan Silva.

Médios: William Carvalho, Oriol Rosell, Adrien, Slavchev, João Mário e André Martins.

Avançados: Carrillo, Carlos Mané, Capel, Montero, Tanaka e Slimani.

De Inglaterra é que ainda não chegaram novidades, mas quaisquer que sejam os convocados, a nossa equipa terá que estar atenta aos apanha-bolas e ao sistema táctico de Zé Mourinho.
Não tenho visto muitos jogos do Chelsea, mas a preponderância que o treinador tem dado aos “ball boys” indicia que há muito trabalho táctico e envolvência destes nos processos ofensivo e defensivo.
Se Hazard já meteu um apanha-bolas na linha, após este tentar jogar como trinco…agora foi a vez de Mourinho revoltar-se com a táctica dos miúdos do Newcastle.
Espero que não desequilibrem o jogo tal como um nos fez no Estádio das Antas, em 1975, ao marcar um golo a Damas.