segunda-feira, 26 de março de 2012

Sorteio Andebol


São já conhecidos os possíveis adversários do Sporting para as meias-finais da Taça Challenge, em Andebol.
Os suiços da Wacker Thun, os gregos do A.C. Diomidis Argous e os israelitas do Maccabi "Tyrec" Tel Aviv são, junto com os nossos andebolistas, quem vai pugnar pela conquista da competição.
Não posso deixar de registar alguma surpresa pela qualificação de gregos e israelitas. Não que conheça o seu valor, mas porque eliminaram equipas que, no papel, e por força da tradição dos seus países, seriam superiores.
O Diomidis é uma equipa praticamente sem historial nas competições europeias, pois só por duas vezes competiu a nível europeu. Em 2005/06 passou a fase de grupos, com 3 equipas muito acessíveis, mas cairia logo no primeiro confronto a eliminar, graças às duas derrotas com os romenos do Steaua Bucareste. Na época 2009/10 só fez dois jogos na Taça EHF, e também perdeu por duas vezes com os italianos do Gammadue, pelo que a presente época constitui, de longe, a maior proeza para esta equipa grega.
O passado é completamente indiferente para os nossos interesses, pois o percurso deste ano comprova que a equipa tem outros argumentos para se bater a este nível. O plantel tem 3 jogadores sérvios, dos quais se destaca Davor Taskovic, o melhor marcador da equipa, bem como um albanês e um cipriota. Até ao momento, os gregos eliminaram os polacos do Stal Mielec, os ucranianos do Portovik e os suiços do Kriens-Luzern.
Recordo que a última vez que defrontámos uma equipa grega não ficámos com boas recordações. O ano passado, quando defendíamos o troféu conquistado no ano anterior, fomos eliminados pelo A.E.K., na transformação de livres de 7 metros, depois de uma vitória e uma derrota por 27-23.
Já os israelitas do Maccabi Tel Aviv não têm historial nas competições da EHF e chegam a esta fase da competição com um desempenho igualmente positivo, mas onde eliminaram adversários menos cotados que os eliminados pelo Diomidis. Se uma equipa turca e uma grega eram equipas de baixa cotação, já os eslovenos do Maribor partiam, a meu ver, como favoritos nos 1/4 de final da competição, mas o Maccabi conseguiu inverter a derrota pela margem mínima, conseguida no campo adversário.
O suiços do Wacker Thun são, em meu entender, o adversário a evitar nas meias-finais, mesmo que sejam uma equipa com a qual o Sporting possa bater-se, se competirmos ao nosso melhor nível.
Vencedores desta mesma competição na época 2004/05, ao bater na final o ABC, a prova deste ano tem sido pautada pela supremacia que tem ostentado nas eliminatórias. Depois de ter eliminado os macedónios do Skopje com duas vitórias, foi nos 1/8 de final que empataram o único jogo na quase perfeita carreira na Challenge. O empate com os sérvios do Kolubara não impediu que avançassem para os 1/4 de final, onde registariam mais duas vitórias frente aos italianos do Bozen.
Um atleta checo, um sérvio e um croata ajudam a compor um plantel onde também se destaca o ponta esquerda Luca Linder.
Terça-feira ficaremos a saber o que nos calhou em sorte mas, convenhamos, também os adversários estarão a fazer contas com a nossa equipa, com um palmarés já digno de registo, desde a saborosa conquista de 2010.