segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A muito custo continuo a ouvir o Augusto


O Record online de hoje publica mais uma pequena caixa de texto, onde Augusto Inácio comenta a actualidade....do Porto.
Título: «Derrota foi uma grande pancada»!!
Habituado que estou a ler fóruns e blogs leoninos, sei que o ex-jogador/treinador sportinguista tem uma miríade de admiradores, nas nossas hostes.
Imagino que instado a comentar a actualidade azul e branca não se coíba de o fazer mas, convenhamos, para um ex-tudo-o-que-já-disse e ainda ex-apoiante de uma ex-candidatura à presidência do Sporting nas últimas eleições, parece-me que já devia começar a evitar estar tão conotado com os nossos rivais.
Ainda me recordo de entrevistas onde disse que o título estava bem entregue ao Porto (num campeonato onde lutámos com eles até ao fim), já disse outras tantas vezes que "naquela casa" (como tantos gostam de apelidar o cesto da fruta) trabalha-se de maneira mais profissional...e até é possível voltar a ouvir os comentários de Inácio na final da Taça de Portugal (onde vencemos por 2-0) e onde a sua (im)parcialidade contra as nossas cores chega a ser irritante.
Com a quantidade de figuras emblemáticas dos apaniguados de Pinto da Costa, porque diabos terá que estar um "sportinguista", semana sim-semana não, a comentar a actualidade.
No campo oposto já não há essa vergonha, nem para manipular jornais, rádios e televisões na tentativa de ofuscar o que por vezes salta à evidência, nem sequer de tentar disfarçar a sua preferência clubista.
O exemplo de Manuel Queirós que AQUI recordo serve só para ilustrar a que ponto chega a sem-vergonhice jornalística. Já não bastava  a que, semana após semana, grassa nos relvados portugueses, ainda temos que aturar os comentários despudorados e os auto-censurados.