segunda-feira, 22 de julho de 2013

Vitória em dose dupla

Sporting em dose dupla.
Vitória em dose dupla.

Apesar de ambas as vitórias terem ocorrido nos pontapés de grande penalidade, a verdade é que qualquer vitória é saborosa e motivadora.
Se há poucos dias muitos se mostraram desanimados perante a vitória desenxabida, perante um adversário canadiano composto por jogadores amadores, já hoje será mais animador o resultado perante o Peñarol, campeão do Uruguai.
Mesmo que não tenhamos, uma vez mais, tido direito às imagens do jogo em directo, não deixa de ser de realçar o modo como a nossa jovem equipa se bateu com uma equipa com um notável palmarés, e com os nossos golos a reflectir precisamente a juventude e irreverência que poderá ser imagem de marca, durante a época.
Ponde (18 anos) William Carvalho (21 anos) e Cissé (20 anos) foram os seus autores e, por certo, aumentarão as esperanças que muitos depositam na sua evolução e/ou maturação.

Perante a presença da equipa principal no Canadá, coube à equipa B a responsabilidade de representar o clube na Taça de Honra da AF Lisboa, dado que é o clube com maior palmarés nesta antiga competição.
Depois da vitória perante o Benfica, na véspera, hoje decidiu a vitória na competição com o europeu Estoril.
Mesmo que a nossa equipa secundária tenha estado encostada às cordas, a perder por 3-1 a poucos minutos do final, o certo é que fez das fraquezas forças e, num último assalto à baliza adversária, fruto de uma entrega e querer similar à que permitiu vencer a equipa do Benfica, conseguiu empatar e levar para as grandes penalidades o vencedor do troféu.
Qualidade e vontade rimam na perfeição.
Foram vários, uma vez mais, os jovens em destaque, mas a força do colectivo é que deve ser realçada. No entanto, não deixa de ser significativo que, entre a parada de miúdos que desfilaram pelo campo estorilista, tenha estado um atleta de 16 anos, e que não se acanhou nem intimidou com jogadores que este ano jogarão a Liga Europa.
Mesmo que a vitória na competição seja saborosa, deve ser destacado o trabalho que parece estar a ser feito e que, esperamos, dê os seus frutos num futuro próximo.
Parabéns aos miúdos.
Aos de cá e aos de lá.