terça-feira, 8 de maio de 2012

Pinturas rupestres


Este blogue quer solidarizar-se com todos os meios de comunicação que, confrontados com a falta de notícias desportivas, deram a conhecer uns escritos numa parede de betão, lá para os lados de Alvalade.
Uma primeira análise levou-me a pensar tratar-se de pinturas rupestres, pois os tempos verbais indiciavam um português arcaico, mas uma análise mais aturada leva a crer que tal se deve ao Acordo Ortográfico. 
O novo presente do indicativo será conjugado da seguinte forma: Eu tei, tu teis, ele tei...por aí fora...vós teis...!!
Compreendeis?
Consta que foi utilizada tinta "Robbialac", mas como os energúmenos preferiam tinta "ciNN" voltaram a fazer das suas, exigindo desta vez a demissão do pintor.
Este episódio visa desestabilizar, provavelmente, a equipa de Ténis de Mesa, que se prepara para discutir o título de campeão nacional.
Cá estaremos, com as páginas online das grandes publicações nacionais abertas, para saber novos desenvolvimentos deste escândalo.