sábado, 26 de maio de 2012

Reacção à reacção


Estes dias estivemos perante um turbilhão de notícias que quase levaram muitos sportinguistas a um ataque de nervos, e algumas delas acabaram por se confirmar.
No entanto, o boato relativo a Capel não o cheguei a levar a sério, de modo que nem o comentei neste espaço, ao contrário da maioria de muitos dos sites e blogues que se interessam pela temática.
Já o alegado desmentido por parte do Sporting, divulgado nas páginas do Record é que acho estranho...ninguém achar estranho, ao ponto de ter sido reproduzido e aplaudido um pouco por todo o lado.
Pergunto eu:
O interesse do Atlético de Madrid em Capel ainda está por demonstrar, o Sporting não emitiu nenhum comunicado relativamente ao assunto no seu canal preferencial, ou seja, no site do clube e, não tendo uma relação privilegiada com essa publicação era através das páginas do Record que vinha fazer o desmentido da mesma?
Além disso, a fonte Sporting é demasiado genérica para ser tomada em consideração.
Um comunicado oficial, para lá de estar assinado e chegar aos jornais depois de  divulgado no site, costuma utilizar uma linguagem mais formal . 
A notícia em forma de reacção do Sporting devia, essa sim, ser motivo de confirmação ou desmentido do Sporting, para sabermos de vez se qualquer um fala em nome do clube, se continua a haver uma hierarquia e uma metodologia de comunicação ou se, pura e simplesmente, tal notícia é falsa.

Recordo, para os mais distraídos, o conteúdo da suposta reacção às notícias que apontavam o interesse em Capel.

O Sporting garantiu a Record que não existe qualquer contacto com o Atl. Madrid a propósito de Capel.
"As notícias que têm saído em Espanha e têm tido eco em Portugal não têm fundamento. Primeiro, Capel não é negociável e tem uma cláusula de rescisão. Segundo, não acreditamos que o Atl. Madrid tivesse o desplante de fazer uma proposta ao jogador sem nos contactar. Terceiro, Ruben Micael já teve a sua hipótese de representar o Sporting e por respeito a uma anterior administração não iríamos mudar a nossa posição. Quarto, se essa ideia passar pela cabeça do At. Madrid a nossa contrapatida chama-se Falcão." 


p.s. Esta reacção à reacção teve por base a notícia do Record, como se pode constatar pelo conteúdo, bem como também por mais algumas  publicações que reproduziram a notícia acima veiculada. Posteriormente, já a meio da tarde, pôde ler-se noutros meios de comunicação que a reacção teve por base o seu director de comunicação, Pedro Sousa, algo que podia e devia ter sido referido pelo Record e os que se sustentaram nessa notícia (por exemplo DN). Assim, fica feita a rectificação e os meus agradecimentos a quem ajudou a esclarecer esta parca comunicação do jornal Record.