sexta-feira, 1 de junho de 2012

Dar o salto


O médio Lehlogonolo Masalesa estará próximo de assinar contrato com o Sporting, pelo que avança esta quinta-feira o site sul-africano "Soccer Laduma".
Masalesa, de 20 anos, é conhecido por "Vieira", dadas as parecenças com o reconhecido médio francês.
Nas vésperas de conseguir este hipotético reforço para a equipa B perdemos Agostinho Cá, contratado pelo Inter de Milão mas que irá, provavelmente, rodar nalguma equipa satélite dos milaneses.
Isto é que foi um grande melão!!
Ao que tudo indicia a aposta neste jogador bem como a provável contratação de Patinho, o Sporting está a prosseguir a sua estratégia de contratações com perspectiva a médio prazo. Foi assim com Rúbio, Arias e Carrillo na  época recém acabada, embora este último tenha acabado por ultrapassar as expectativas por contingências de todos conhecidas.
No entanto, questiono-me como não se consegue segurar valores quase seguros, como os recentes casos de João Carlos, Edgar Ié e o já referido Agostinho (também conhecido como Deschamps), havendo a possibilidade de outros estarem na calha. Quem garante que a estes que agora chegam e aos seus empresários é possível travar a ambição de...dar o salto, como tantas vezes proclamam, antes sequer de se afirmarem no Sporting?
Será só incapacidade negocial?
Quando lia livros do Tio Patinhas recordo-me de também ele dar o salto. Para uma piscina de moedas.
Desconheço se Mesalesa...ou "Vieira" trará alguns custos ao Sporting, ou se os 800 mil de Cá, ou "Deschamps", chegam  para pagar a vinda do sul-africano, mas o natural seria que entre jogadores com características semelhantes ou, pelo menos,  para jogar na mesma posição,  o Sporting privilegiasse o que foi formado na sua Academia. Pelos vistos é complicado negociar com os nossos atletas e os seus esfomeados empresários, e felizmente ainda há quem sonha vir para um clube com história e tradição.
Recordo que já em Março o empresário de Agostinho Cá dizia: "Tem contrato com o Sporting até 2013 e ainda não chegou a acordo para a renovação. Acho que pode sair no final desta temporada. Preço? A cláusula de rescisão é de 20 milhões de euros mas, como falta um ano de contrato, penso que o negócio pode fazer-se por 1,5 ou 2 milhões de euros."
Já se notava por essa altura que a vontade para a renovação era pouca, para não dizer nenhuma, por isso deve ter sido difícil negociar com quem não o queria fazer.
No entanto, acabou por conseguir preço Pingo Doce.
Dizia António Tadeia relativamente às vendas dos juniores: "Antes de matar o porco, há que engordá-lo um pouco".
Pois, eu era da mesma opinião. O problema é que a vara de porcos tem um à cabeça que já está pronto para a matança mas que quer continuar a engordar, nem que para isso seja necessário chafurdar na lama!!