quinta-feira, 7 de junho de 2012

De olho em central Viking?


Já começo a ficar cansado de virar a ampulheta, à espera que recomece a época do Sporting.
Teria muito que contar se este espaço fosse dedicado à selecção, mas o que teria para dizer certamente seria considerado pontualmente anti-patriótico e o que desejo acima de tudo, no campo desportivo (logo depois das vitórias do Sporting) é que a equipa de todos nós possa colocar Portugal num patamar acima do que até agora foi possível.
Assim, tenho que me resumir às parcas notícias e apontamentos do nosso clube e, se pensarmos que metade do que sai nas publicações diárias serve só para encher chouriço, o que sobra é pouco mais que o fio do dito chouriço.
Hoje quem teve direito a reaparecer do limbo onde se auto-exilou foi Bojinov mas, francamente, ainda ontem falei dele e, pergunto-me, como é possível falar tanto de alguém com tão pouco para dizer.
Assim, virei página e deparei-me com mais declarações de Izmailov a jornais russos mas, apesar de também fazer boas fintas com as palavras, gosto mais do russo quando ziguezagueia em campo, deixando adversários de cara à banda.
Assim, acabei por aterrar em nova incursão de um jornal no tema, defesa-central.
A acreditar no que esse jornal adianta "O Sporting procura no Brasil um central alto e bom no jogo aéreo, para ser um digno sucessor do campeão do Mundo Anderson Polga. 
...
Os brasileiros Rafael Tolói, do Goiás, e Emerson, do Coritiba, encaixam-se no perfil desejado, mas os leões já fizeram saber que só têm interesse num empréstimo.

A mesma delegação sugeriu um acordo de cedência com opção de compra aos clubes dos centrais, mas não obteve resposta, estando agora à procura de outros jogadores.
...
Tolói é a primeira opção de Sá Pinto para a vaga de Polga. É internacional sub-20 pelo Brasil, tem 1,85 m e brilhou no Goiás, na 2ª divisão da liga brasileira. Emerson, de 1,86 m, foi chamado recentemente à selecção de Hulk e Neymar, tem bom jogo de cabeça como Polga e faz golos: marcou 18 na última época, sendo o central mais goleador da história do Coritiba."

Bem, vamos por partes.
Primeiro, parece que com tanto central disponível para especular, o referido jornal continuar a insistir em Tolói sugere que estão com falta de criativos na sua equipa de jornalistas.
Se este central de uma equipa de meio da tabela da 2ª divisão suscitar tanto interesse no Brasil como na redacção deste jornal, qualquer dia haverá tumultos difíceis de controlar.
Além disso, considerar atletas altos  para aquela posição jogadores com 1,85/1,86 também sugere que os referidos jornalistas se sentam na sanita e ficam com as pernas penduradas.
Para culminar, dizer que um dos supostos alvos tem bom jogo de cabeça, como Polga, é de quem não tem nada na cabeça.

Por falar em Emerson, é curioso este fetiche dos brasileiros nos Vikings. 
É que os nomes terminados em "son" (que significa " filho") devem-se à influência Viking, e serviam para nomear os descendentes directos de grandes patriarcas em grandes  famílias, em geral, famílias influentes.
Por exemplo, o viking Erick deu nome ao seu filho primogénito como "Ericksson" que significa literalmente "filho de Erick".
Então, deve querer dizer que estamos a tentar contratar o filho do Emer.
Curioso que no Coritiba, equipa do filho do Emer, jogam também o filho do Ed, o filho do  Demer, o filho do Jack, o filho do Keirri e o filho do Ander.
No Sporting já jogou o filho do Eskil, o próprio Polga era filho do Ander e também tivemos um grande goleador, filho do Lied.
Veremos o que nos reserva esta época de transferências, mas não nos devemos esquecer que o Sporting também está de olho, de acordo com os jornais,  no filho de Jefer e no filho de Jeffer.

filho de Lied
filho de Lied