sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Uma espreitadela ao Legia


Ainda no rescaldo do sorteio de hoje para a Liga Europa, mesmo que ainda estejamos a 2 meses da eliminatória, podemos já fazer algumas observações relativamente ao duelo.
Apesar do pretenso favoritismo recair sobre nós, sabe-se que estas eliminatórias podem decidir-se em pequenos pormenores, e não convém nada facilitar.
O Legia joga habitualmente no Estádio Wojska Polskiego, com capacidade para 27.000 espectadores. 
Sofreu recentemente obras para albergar jogos do Euro2012, pelo que actualmente possui condições ideais para albergar um óptimo espectáculo.
Antes da remodelação



Depois da remodelação

Tem características próprias dos estádios alemães, com o público sempre muito próximo do terreno de jogo, mas o Sporting está habituado a jogar nos mais diversos cenários pelo que não será, provavelmente, um grande handicap. Já o facto do jogo da primeira mão realizar-se em Fevereiro, e em Varsóvia as temperaturas rondarem os zero graus à hora do jogo, poderá ser um aspecto a ter em consideração, mas nada que qualidade e entrega não ultrapassem.
A equipa polaca ocupa actualmente o 2º lugar do campeonato, e na Liga Europa eliminou o Spartak de Moscovo no play-off de acesso à Fase de Grupos da competição, o que abona em favor da qualidade dos nossos adversários.
Inserido no Grupo C, juntamente com o PSV, Rapid Bucareste e Hapoel Telaviv, demonstrou que faz do factor casa um importante aliado, pois só não venceu os holandeses. Nesse encontro, o 5º da fase de grupos, viu-se privado do guardião titular, o eslovaco Dušan Kuciak, ao ser admoestado com o vermelho directo. Desconheço o castigo do jogador, mas se apanhou dois jogos de suspensão não defrontará o Sporting na primeira mão da eliminatória.

  video
Legia-Rapid Bucareste
O melhor marcador do clube na competição deste ano é Miroslav Radovic, com 4 golos. O jogador sérvio destaca-se nos polacos, onde actua há 7 épocas, depois de iniciar a carreira no Partizan de Belgrado.
Resta recordar que, caso passemos esta eliminatória, iremos defrontar o vencedor do jogo entre o Porto e o Manchester City. 
Fernando Gomes, representante dos portistas no sorteio, apressou-se a dizer que lhes tinha calhado em sorte a equipa mais forte e o clube mais rico do futebol internacional. Por esta ordem de ideias, a Académica também tinha sido eliminada pelos portistas na Taça de Portugal deste ano, pelo que conto não termos facilidades com o Legia, mas também espero que sejamos felizes nos confrontos dos 1/8 de final, seja contra quem for.